Negócios do mês: Farfetch aposta no segmento beleza e Brasmar reforça presença em França

Janeiro ficou marcado pelo anúncio da Brasmar que comprou a distribuidora de produtos do mar refrigerados Sedisal, reforçando, assim, a sua presença em França, mas também pela aposta da Farfetch no segmento beleza, com a aquisição da retalhista Violet Grey. Conheça os negócios do mês.

Farfetch compra retalhista de produtos de beleza Violet Grey
A Farfetch anunciou que vai comprar a Violet Grey, retalhista de produtos de beleza, que estarão disponíveis na plataforma da empresa de moda de luxo.

“A aquisição da Violet Grey traz experiência e uma seleção cuidada de produtos que irão estar disponíveis no marketplace da Farfetch e alarga o alcance da curadoria de beleza da Violet Grey para todo o universo de consumidores da Farfetch”, refere a empresa em comunicado.

A administração da Farfetch considera ainda que a Violet Grey irá “também aproveitar toda a experiência e know-how em tecnologia, logística e operações da Farfetch Platform Solutions para continuar a impulsionar o seu negócio de forma independente”.

Após a conclusão da aquisição, a fundadora da Violet Grey, Cassandra Grey, passará a desempenhar funções de global advisor da categoria de beleza no marketplace da Farfetch e de cofundadora da NGG Beauty, onde irá ficar responsável por “incubar e acelerar o crescimento de novas marcas”.

Cassandra Grey manter-se-á como presidente da Violet Grey, enquanto Niten Kapadia, que desempenhou o cargo de vice-presidente de operações da Farfetch, vai assumir o cargo de diretor-geral da marca.

Citada no comunicado, a chief customer officer da Farfetch, Stephanie Pahir, considerou que a aquisição é “uma parte” da “estratégia global” para a categoria de beleza.

Já Cassandra Grey disse estar atenta à empresa portuguesa “desde a sua criação” e que admira “o amor do José [Neves, fundador da Farfetch] pela moda e a sua missão de inspirar e conectar criadores, criativos e consumidores de uma forma totalmente revolucionária”.

Em dezembro, a Farfetch tinha já anunciado a aquisição da plataforma de revenda de moda de luxo em segunda mão Luxclusif.

Portuguesa Brasmar compra maioria do capital da francesa Sedisal
O grupo nacional Brasmar, do setor alimentar de produtos do mar, comprou a maioria da francesa Sedisal, empresa especializada na distribuição de produtos do mar refrigerados.

Na informação divulgada pela empresa, que não incluiu o valor da operação, a Brasmar informou que a Sedisal tem um volume de negócios de cerca de 13 milhões de euros, sendo que a distribuição de polvo e bacalhau refrigerado são as grandes áreas de que domina, “dispondo de forte presença nos mercados francófonos”.

“Ao longo dos últimos anos, a Sedisal tornou-se um parceiro de referência na distribuição moderna em França, desenvolvendo uma gama de produtos de elevada qualidade e reconhecimento”, de acordo com a mesma nota, que acrescenta que “em 2015, lançou uma gama de produtos de cefalópodes prontos a consumir – em parceria com a Foncasal, empresa que viria igualmente a integrar o Grupo Brasmar, em 2019”.

De acordo com a empresa, “a aquisição da maioria do capital da empresa francesa (assegurando um “call option” [opção de compra] sobre os restantes 49%), fundada em 1999 e localizada em Saint-Jean-de-Luz, permitirá à Brasmar a consolidação das operações no mercado francófono, potenciando as vendas tanto no negócio de produtos refrigerados, como nos produtos congelados”.

A Brasmar é uma empresa participada do Vigent Group e do private equity MCH, tendo “vindo a intensificar o seu processo de internacionalização, através de um conjunto de aquisições e da abertura de filiais”, referem.

O grupo português está “em mais de 40 países”, conta “com um universo de colaboradores que supera os 850 e obteve uma faturação consolidada, em 2021, de cerca de 240 milhões de euros”, revelou, no comunicado.

Comentários

Artigos Relacionados