No artigo anterior enderecei o fenómeno das start-ups ‘Born Global’. Este artigo é novamente inspirado na recente Tour que fiz pela Escócia e o contacto que tive com o ecossistema de empreendedorismo tecnológico. Foca-se na forma de resolver um dos desafios identificados no início do artigo usando o Lean Intelligence Funnel© (LIF).

O Lean Competitive Intelligence Funnel© é um modelo para identificar oportunidades e ameaças que uma organização enfrenta. Uso-o há cerca de uma década e meia com muito sucesso a nível internacional em todo o tipo de indústrias. Este modelo cobre desde o VUCA do ambiente competitivo, passando pelas macro forças, as micro forças e, como não podia deixar de ser, os principais agentes económicos, i.e., os concorrentes, o governo e o demais stakeholders institucionais. Mais do que a sua composição, o interessante deste modelo é a capacidade de identificar a forma como podemos desenhar o futuro de uma indústria. Por outras palavras, permite-nos direcionar uma indústria através da antecipação e exploração das principais áreas de crescimento.

O como fazer sentido do ambiente competitivo e identificar oportunidades e ameaças é cada vez mais relevante. Isto é verdade para todo o tipo de organizações, sejam start-ups sejam as maiores multinacionais globais. E está a ganhar importância pois o VUCA e a velocidade da mudança dos negócios aumentam de forma exponencial.

O VUCA impacta as macro forças de uma forma cada vez mais intensa. Breves exemplos são a pandemia e o conflito na Ucrânia. Outro exemplo é o avanço tecnológico com tecnologias que podem mudar a nossa vida para sempre como o quantum computing, ou mesmo a inteligência artificial para fazer sentido do Big Data e resolver cada vez mais os grandes desafios da humanidade. Como podemos identificar a tempo as tendências e os impactos externos que não controlamos para não sermos surpreendidos?

As macro forças impactam por sua vez a concorrência dentro de cada indústria e a inovação esbate os limites entre as mesmas tornando a identificação dos concorrentes cada vez mais difícil. As micro forças são cinco: a entrada de novos concorrentes, potenciais alternativas à nossa proposta de valor, o poder dos fornecedores, o poder dos clientes e o nível de concorrência. Como podemos identificar os drivers de rentabilidade da indústria para assim nos posicionarmos e explorar os mesmos a nosso favor?

As micro forças por sua vez condicionam a estratégia competitiva dos vários concorrentes. Como podemos identificar a direção estratégica e evitar “colisões frontais” cujo resultado é apenas a destruição de valor?

O LIF® é o único modelo que conheço que responde de forma integrada à pergunta: “Qual deve ser o meu foco para aumentar a performance da minha organização de uma forma sustentável num ambiente cada vez mais incerto?” A palavra mais importante desta pergunta é “integrada”! Os modelos de gestão mais conhecidos concentram-se normalmente em apenas numa ou duas destas análises, o que não nos ajuda a ter uma visão integrada do todo e impossibilita a resolução dos problemas que estão na raiz dos impactos que sentimos nas nossas organizações.

A única forma de fazer crescer de forma sustentável uma start-up é analisar o ambiente competitivo de forma integrada, usando por exemplo o LIF®, e obviamente atuar em conformidade. O mesmo se aplica se for um investidor e quiser aumentar a taxa de sucesso e retorno dos seus investimentos em start-ups ou scale-ups. Se precisar de ajuda ou quiser saber mais sobre esta metodologia não hesite em contactar-me até porque sendo uma metodologia proprietária, é difícil encontrar informação sobre a mesma. Se é um gestor com mais experiência então sugiro aplicar as ferramentas ou modelos de gestão que conhece para endereçar todas estas forças em jogo no ambiente competitivo no desenho da sua estratégia ganhadora. Bom trabalho!

Fontes:
Aguilar, F. J. (1967). Scanning the business environment (1st THUS.). US: Macmillan.
Porter, M. E. (1980). Competitive Strategy: Techniques for Analyzing Industries and Competitors (1st ed.). US: Free Press.
Madureira, L., Popovič, A., & Castelli, M. (2021). Competitive Intelligence: A Unified View and Modular Definition. Technological Forecasting and Social Change, 173, 121086.

Comentários

Sobre o autor

Avatar

Luis Madureira é Fundador da ÜBERBRANDS, uma boutique de consultoria estratégica que ajuda organizações e os seus líderes a navegar o ambiente competitivo com sucesso. É chairman da SCIP Portugal e foi distinguido em 2018 com Fellowship e convidado a... Ler Mais