A Verve anunciou hoje a entrada no mercado português. Os fãs de festivais podem agora usufruir de entradas gratuitas e experiências VIP ao recomendarem eventos aos amigos.

A empresa distribuidora de um dos principais softwares de vendas passa-palavra na área dos espetáculos anunciou hoje a entrada no mercado português. A Verve oferece uma solução que permite que os festivais desenvolvam a sua marca e aumentem as vendas.

Tal objetivo é conseguido através de um sistema que transforma os fãs em embaixadores. Desta forma, os organizadores dos eventos podem contar com o apoio dos participantes para venderem bilhetes junto do seu círculo de amigos ou família, por exemplo. Em contrapartida, recebem experiências VIP e entradas gratuitas.

A ideia surge no seguimento da contínua dificuldade que os festivais têm para esgotar e reter os seus públicos. Assim, num mercado cada vez mais competitivo, a solução da Verve posiciona-se como mais uma ferramenta para os organizadores chegarem a novos públicos, reforçarem as vendas e fidelizarem os fãs.

Passes para os bastidores, acesso rápido, conhecer e cumprimentar artistas, bilhetes gratuitos, merchandising, vales de refeições e bebidas são apenas algumas das dezenas de recompensas que os embaixadores podem ter pelo simples facto de ajudarem a organização de um festival a esgotar a bilheteira. A iniciativa já está aberta e, a partir de hoje, já se pode inscrever como embaixador em alguns dos principais festivais de música nacionais.

“Estamos muito entusiasmados com este lançamento em Portugal, palco de alguns dos maiores festivais do mundo, da música eletrónica às músicas do mundo e ao rock and roll. Trata-se de algo absolutamente novo para os amantes de festivais em Portugal, que se podem inscrever e ver assim espetáculos ao vivo dos seus artistas favoritos de uma forma sem igual. Criámos esta empresa cientes de que a melhor maneira de comprarmos algo é através da recomendação de um amigo. Para os parceiros portugueses de festivais os números são reveladores e demonstram que a Verve pode assumir-se como um canal de vendas forte”, admite Liam Negus Fancey, cofundador da Verve.

Do ponto de vista dos festivais, José Diogo, responsável pelo marketing e comunicação do LISB-ON, refere que “o principal contributo que a Verve traz ao LISB-ON, além de mais um canal de vendas, é a capacidade de envolvimento entre o embaixador e o festival, na medida que este não será financeiramente remunerado, mas através de experiências no festival. Isto permite-nos fidelizar um público que se identifica connosco e com os nossos artistas”.

Até hoje, a comunidade mundial da Verve integra mais de 14 mil embaixadores, em mais de 20 países, e já vendeu mais de 500 mil bilhetes para mais de 500 eventos. De entre os clientes europeus, contam-se o Sónar, Lollapallooza, Neicassim, Download e o Live Nation.

Saliente-se, ainda, que, até à data, a Verve conseguiu 40 milhões de dólares (≈35.2M€) de investimento de fundos de capital de risco e está presente na Península Ibérica, países nórdicos, Bélgica, Alemanha, Holanda e França.

Comentários

Sobre o autor

Avatar