Este mês lançámos o desafio à Universidade de Aveiro Incubator de eleger a start-up do mês. A eleita foi a LUGGit, uma plataforma tecnológica que, através de uma aplicação móvel, permite a quem viaja requisitar um condutor em tempo real para que lhe recolha a bagagem e entregue no sítio e hora por si definidos.

Quantas vezes chegamos a um destino e temos o problema de não saber o que fazer à bagagem, enquanto o quarto de hotel que reservámos ainda não está disponível? A partir de agora, com a LUGGit já não tem este problema.

A plataforma tecnológica assegura o serviço de recolha da bagagem onde e quando quiser e entrega-a no local e horário que o cliente escolher. Tudo para que possa aproveitar o tempo disponível sem a bagagem.

No mês em que foi lançada a versão beta da aplicação móvel, nascida no Parque da Ciência e Inovação de Aveiro, a Universidade de Aveiro Incubator elegeu a LUGGit como a start-up do mês.

Nome da Start-up: LUGGit

Fundadores: Ricardo Figueiredo, Diogo Correia, Hugo Fonseca e João Pedrosa

Atividade:  Ricardo Figueiredo, proprietário de um hostel, identificou uma necessidade nos turistas e, juntamente com Diogo Correia, Hugo Fonseca e João Pedrosa, criou a LUGGit. Atualmente, estão incubados na Universidade de Aveiro Incubator e, sob o slogan “Time matters”, assumem-se como uma plataforma tecnológica que, através duma aplicação móvel, permite a quem viaja requisitar um condutor em tempo real para que lhe recolha a bagagem e entregue no sítio e hora por si definidos.

Neste mês de julho lançaram a versão beta da app e estão a atingir os primeiros serviços. Funcionam numa base de economia de partilha, onde qualquer pessoa com um veículo, após validação, pode ser um dos condutores. O cliente paga com base no número de malas, número de quilómetros e número de horas que as malas ficam guardadas. O valor do serviço é partilhado entre a LUGGit e o condutor.

Porque merece destaque: A LUGGit está a fechar atualmente a sua primeira ronda de investimento. Entre outras conquistas, a Universidade de Aveiro Incubator destaca que foram vencedores do programa de aceleração Newton, dinamizado pela RIERC e apoiado pelo Turismo de Portugal, e do Programa de Empreendedorismo da NERLEI.

Outra informação relevante: Segundo Ricardo Figueiredo, CEO da LUGGit, “o feedback desta fase inicial não poderia ser mais animador, seja da parte das mais de 250 unidades hoteleiras com quem já trabalhamos, como também dos clientes que, desconhecendo à priori a solução, ficam espantados pela conveniência e eficiência do serviço.”

A curto prazo, o objetivo será consolidar a atividade em Lisboa e no Porto até ao final de 2019.  A Universidade de Aveiro Incubator acredita que não demorará muito tempo para que a LUGGit esteja a operar nas principais cidades europeias.

Site: https://luggit.app/pt

Comentários