Numa altura em que a preocupação com o planeta é cada vez maior, espreite as sugestões de presentes de Natal amigos do ambiente da Ccrave, empresa portuguesa que promove a economia circular.

O mundo está cada vez mais atento à pegada ecológica: luta-se pela justiça climática e por uma transição justa que garanta a neutralidade de carbono até ao ano de 2030. Por isso, comprar sustentável não pode nem deve ser um bicho-de-sete-cabeças. Para muitos até já é um estilo de vida. É a pensar no planeta e nos seres que o povoam que a Ccrave lançou a campanha “Impact Gifting – presentes de impacto positivo”, através da qual sugere alternativas de presentes de Natal amigos do ambiente: à base de resíduos ou sem desperdício.

As propostas são para todos e para todas as carteiras, desde capas para iPhone a sacos e acessórios de luxo à base de antigas mangueiras de bombeiros, sem esquecer produtos feitos de madeira reciclada. O difícil vai ser escolher.

Ofertas com impacto positivo
Entre os presentes com impacto circular que pode encontrar na plataforma da Ccrave estão as capas para iPhone compostáveis da marca portuguesa Zeroish, produtos de estilo de vida artesanais provenientes de garrafas usadas recolhidas no Vietname pela WOO – World of Opportunities, sacos e acessórios de luxo à base de antigas mangueiras de bombeiros de Elvis e Kresse, uma marca premiada no Reino Unido, equipamento desportivo de cortiça e materiais reciclados fabricados em Portugal  por Pierre sports. E ainda a primeira escova de dentes reciclada e reciclável com cabeças removíveis da D oop e sacos de edição limitada de têxteis feitos a partir restos de design de interiores europeusda Nicas Concept de Berlim, entre outros.

A  atual campanha da Ccrave “Impact Gifting – presentes de impacto positivo” faz parte de um movimento maior assente no conceito # cravingcircularity que quer trazer consciência para a necessidade de uma revolução que premeia a economia circular.

Até o momento, a Ccrave engloba 14 marcas, das quais metade são portuguesas e líderes na economia circular, na medida em que produzem zero desperdício ou oferecem produtos feitos a partir de resíduos e materiais reciclados. As restantes marcas são oriundas da Europa Central e Reino Unido.

Comentários