Hoje não posso deixar de falar sobre a Experienced Management. Um sonho de quase dois anos, que hoje é já uma realidade, com um potencial tão grande que me permite, sem hesitar,  escrever sobre ela.

Começámos com a consciência de que há muito talento desperdiçado em Portugal (e não só). Porque acima dos 50… já não somos pessoas interessantes para o mercado de trabalho tradicional, que prefere a energia ( e o baixo custo) da juventude, em detrimento da sabedoria e experiência dos mais velhos.

E rapidamente nos apercebemos que, para que as empresas possam ter processos de desenvolvimento e melhoria constantes, é preciso a sabedoria e capacidade de diagnosticar, planear e fazer acontecer … para que os gestores ocupados com o dia  a dia não conseguem ter disponibilidade

Pensamos
Se há quem, com grande experiência e sabedoria acumulada, pode fazer um trabalho consistente e de qualidade na área de gestão;
E se há empresas que precisam destes recursos, de gestores qualificados e capazes de as ajudar a ser melhores;
Então vamos fazer de casamenteiros e pôr ambos os lados da equação em contacto.

E é isto
Há recursos, mas não há oferta formada.
Há necessidades, mas não há procura formal.
Na plataforma Experienced Management vamos identificar e organizar os recursos disponíveis.
Vamos procurar onde estão as necessidades que eles podem satisfazer.
E vamos garantir que se encontram num modelo de gestão que garante a eficácia da sua performance, por ser limitado no tempo e no espaço e 100% adaptado aos desafios que as empresas tem em cada momento – o interim management.

Entende-se por interim management o desempenho por profissionais de gestão de um mandato limitado no tempo e no espaço

Pode decorrer de um processo de desenvolvimento de uma nova linha de produtos ou da criação de uma nova linha de produção, de uma ausência temporária de um profissional que se quer recuperar à entrada num novo segmento de mercado, de processos de internacionalização ou de reorganização empresarial, da necessidade de acompanhar um profissional num cargo que ocupa pela primeira vez ou da formação de uma equipa de gestão …

A reacção e o acolhimento da sociedade portuguesa, em geral, ao lançamento desta plataforma foi extraordinário.
Viu-se na cobertura mediática que aconteceu.
Nos comentários nos social media.
Nas conversas de quem nos conhece.
E, sobretudo, na abundância e qualidade de candidaturas que recebemos – 70 nas primeiras 24 horas, 220 na primeira semana, 350 ao fim de suas semanas, com uma taxa de qualificação que se estima venha a ser substancial

A oferta está em marcha!
Agora vem a parte mais difícil.
Dar oportunidade aos mais velhos!
Será que as empresas e organizações portuguesas vão ter a coragem de reconhecer as suas necessidades e de quem, pela sua vivência anterior, pode contribuir de forma decisiva para processos de mudança?

Será que vão ser capazes de resistir à tentação de olhar apenas para as (boas…) caraterísticas de gestores mais novos, sem se preocupar em complementar a sua energia, drive e capacidades com a ponderação dos mais velhos.

Será que conseguem olhar para esta nova forma de dotar as empresas com capacidades de gestão totalmente adequadas à resposta a dar ao desafio que se enfrenta, sem desperdícios, com  olhos que vejam os seus benefícios.

Será que entendem em toda a sua amplitude a multiplicidade de situações em que um gestor experiente em regime de interim management pode trazer às organizações?

Ponderação, visão global, capacidade de análise e de mentoria, adaptação rápida, … são alguns dos benefícios imediatos que estes gestores experientes trazem para as equipas e as organizações;
Rapidez no processo de selecção e início de desempenho do mandato (garantido pela base de dados permanentemente atualizada da Experienced Management);
Foco total no desafio, decorrente da clareza do mandato e do seu âmbito;
Capacidade de análise, diagnóstico e implementação, que advém da experiência anterior e da clara definição do mandato;
Integração em equipas existentes se problemas de ego por ser claro para todos a não permanência do gestor no futuro
Capacidade de intervenção mais forte, pois as consequências futuras a nível de relação com colegas não são preocupação dos interim, que saem no fim do mandato;
E passagem de todo o relacionamento contratual com o gestor para a Experienced, que assegura ainda o acompanhamento do seu desempenho.

São apenas algumas das vantagens para as empresas de recorrerem a interim managers experientes.

O desafio está lançado!
Será que somos capazes de dar oportunidade aos mais velhos?

Comentários

Sobre o autor

Avatar

Maria do Rosário Pinto Correia é regente da disciplina de Marketing in The New Era (licenciatura em Business Management) na CLSBE. Coordena, ainda, 3 programas de Executive Education - PGV - Programa de Gestão de Vendas, EI - Estratégias de... Ler Mais