Quem é que não sonha ter o seu próprio negócio, ser o seu próprio patrão e tomar as rédeas do futuro da empresa? Muitos empreendedores não se dão conta do verdadeiro potencial de mercado da sua ideia, passando os dias com uma nuvem negra carregada de expetativas e receios. Para tornar a sua ideia viável e ajudar a crescer a sua start-up siga estas três dicas.

O plano para criar uma start-up habitualmente começa quando o empreendedor tem uma ideia e reúne os recursos (humanos e financeiros), segundo a sua visão inicial. Porém, na opinião de Huw Griffith, CEO e Founding Partner da M&C Saatchi LA, nem sempre o caminho é assim tão simples de seguir. A Statista revelou que,em 2018, 15% dos americanos, ou seja, cerca de 49 milhões de pessoas, estavam envolvidos na criação de uma start-up. Ora com o mercado saturado, a competição é sempre muito feroz.

Além disso, os empreendedores podem não conseguir implementar a sua visão por diversos motivos: falta de criatividade, equipas demasiado grandes ou pouco autónomas para liderar ou incapacidade de mudar. Estes problemas levam a que o empreendedor perca a total clareza e foco que sempre deveria ter tido.

Para quem quer começar a sua própria jornada de empreendedorismo, há que ter em atenção algumas estratégias para garantir que permanece fiel à sua própria visão, de acordo com o Entrepreneur.

1.Promova uma energia continua na equipa
Para ser um empreendedor de sucesso, é  preciso ter uma fonte quase infinita de energia, pois a empresa irá precisar do seu líder constantemente. Mas os membros da equipa também devem ter a mesma energia. O empreendedor precisa de pessoas à sua volta que tenham habilitações que não possui, para que juntos possam delinear estratégias para alcançar objetivos comuns. Porém, manter os níveis de energia em alta nem sempre é fácil, o burnout afeta 67% dos trabalhadores em alguma fase, de acordo com a empresa de pesquisa de opinião norte-americana Gallup. Para evitar o burnout, há quem recomende que os líderes empresariais meditem e procurem mentores, e cultivem uma “mentalidade de crescimento”, que pode ajudar a equipa a manter o rumo e manter sua visão.

2. Crie um plano de negócios com margem para mudanças
“Manter o rumo” e “criar margem para mudanças” inicialmente pode parecer uma contradição. É importante manter a missão, mas o caminho a percorrer para alcançar esse fim pode não ser o mesmo que originalmente imaginou. Poderá haver necessidade de adaptações, após a avaliação dos custos, dos produtos ou serviços e do público, você precisa adaptar-se às mudanças.

3. Atue com total clareza
Cada nível do negócio deve funcionar com total nitidez. O empreendedor deve liderar o conhecimento da equipa sobre a empresa e essa visão deve ficar clara todos os dias. Cada membro da equipa deve saber como as tarefas específicas ajudam a tornar a visão uma realidade. Por exemplo, a apresentação breve e profissional da equipa de marketing da empresa pode ajudar a atrair novos clientes.

 

Comentários