Portugal Ventures lança Call Turismo +Crescimento para impulsionar o setor turístico nacional

A 1.ª edição da Call Turismo +Crescimento é promovida pela Portugal Ventures e recebe inscrições até 30 de abril. O investimento varia entre  150 mil euros e 1,5 milhões de euros por empresa ou projeto de turismo.

Destinada a todos os setores relacionados com a atividade no setor do turismo, a 1.ª edição da Call Turismo +Crescimento tem como objetivo investir em projetos ou empresas de turismo que contribuam para o reforço da competitividade da oferta turística do país, que melhorem a experiência do turista em Portugal e/ou que promovam a eficiência das empresas do setor.  A iniciativa é da Portugal Ventures (PV), em parceria com o Turismo de Portugal e o Nest – Centro de Inovação para o Turismo, e as candidaturas podem ser efetuadas até dia 30 de abril.

Pedro de Mello Breyner, vogal executivo da Portugal Ventures, afirmou que “é fundamental para o setor do Turismo a Call Turismo +Crescimento na capitalização das empresas do setor para alavancar a expansão, o crescimento e a consolidação dos negócios. Esta nova Call irá permitir às empresas crescer de uma forma coesa e sustentável, mas sempre com ambição de se inovarem para continuarmos a promover a imagem de Portugal além-fronteiras”.

Estarem localizadas em Portugal, continental e ilhas, e terem uma equipa multidisciplinar que assegure as necessidades de gestão, são dois dos critérios que as empresas constituídas e a constituir devem cumprir de acordo com o regulamento do concurso.

São elegíveis para a Call Turismo +Crescimento projetos em operações de capitalização de empresas indutoras de crescimento da atividade turística, através de projetos de expansão, internacionalização ou de melhoria da competitividade e que já tenham iniciado a produção/comercialização dos seus produtos/serviços. Ou projetos em operações de  Build Up com o objetivo de mitigar a atomização do setor, mediante processos de fusão e consolidação de empresas, através de modelos de intervenção que permitam, numa lógica de capital de risco, agregar funções de back-office (financeira, compras, gestão de recursos humanos) e de criação de sinergias comerciais, ainda que com graus de autonomia de negócio relevante.

De acordo com a informação disponibilizada pela PV serão privilegiados os projetos envolvidos no Programa Empresas Turismo 360º, que contribuam para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), e que apresentem soluções que promovam a desmaterialização de processos e serviços, reciclagem, reutilização e redução de resíduos, integração de energias limpas, eficiência energética, eficiência hídrica, mobilidade inteligente, bem como os localizados nos territórios de baixa densidade.

Esta iniciativa tem uma dotação de 10 milhões de euros e caso esta não seja esgotada nesta Call, depois de avaliados todos os projetos a concurso, será reaberta uma nova edição da Call Turismo +Crescimento em setembro.

O presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo, frisou que “a Call Turismo +Crescimento da Portugal Ventures assenta na Estratégia Turismo 2027, contribuindo para o desenvolvimento e a consolidação do turismo enquanto motor da economia nacional. É um importante instrumento que pode auxiliar as empresas do setor a gerar mais valor e mais emprego, alargando a atividade turística a todo o território e promovendo internacionalmente Portugal enquanto destino turístico de excelência.”

Comentários

Artigos Relacionados