Depois de ontem, o primeiro dia do evento, ter recebido Mohan Munasinghe, Nobel da Paz em 2007, hoje o Planetiers World Gathering volta a abordar conhecimento e ferramentas para criar soluções para a sustentabilidade.

Especialistas de todo o mundo juntaram-se ontem no primeiro dia da conferência de sustentabilidade Planetiers World Gathering, um evento híbrido que combina uma experiência física e online, tendo como palco o Altice Arena, em Lisboa, e que hoje cumpre o seu segundo e último dia. O palco principal acolhe diversos debates e painéis de discussão, ao lado de um auditório virtual, innocation studios e uma generation workshop.

Centrado na descoberta de soluções de longo prazo para ajudar o mundo a combater as mudanças climáticas, as desigualdades sociais, entre outras causas, o Planetiers World Gathering materializou-se durante estes dois dias, num espaço de debate e partilha entre oradores nacionais e internacionais.

De forma remota, Mohan Munasinghe juntou-se ao evento lembrando que “a conferência irá ajudar-nos a enfrentar todos os grandes desafios a nível global que temos pela frente, começando pela Covid-19, e que nos permitam alcançar as metas de desenvolvimento sustentável no futuro”.

Rita Marques, secretária de Estado do Turismo, Fernando Medina, presidente da Câmara Municipal de Lisboa (CML), Alexandre Fonseca, CEO da Altice, Jorge Vinha da Silva, CEO da Altice Arena e Isabel Matos, diretora de comunicação do Grupo Crédito Agrícola, Geoff Kendall, John Elkington, fundador da Volans, Maria Palha e Fernando Nobre, foram alguns dos convidados que marcaram presença na inauguração.

O primeiro dia foi ainda palco da celebração de um protocolo entre o Turismo de Portugal, o NEST e a Planetiers, um protocolo que visa o desenvolvimento de um programa multidisciplinar com iniciativas que projetem Portugal para a linha da frente da inovação e sustentabilidade, colocando o país como uma referência internacional para o conhecimento, inovação e o empreendedorismo sustentável, destacaram as entidades envolvidas.

Daymond John, conhecido “tubarão” do “Shark Thank”; Mathis Wackernagel, fundador da Global Footprint Network e criador do conceito de pegada ecológica; David Orban, investidor e advisor da Singularity University; e Gustavo Carona, dos Médicos Sem Fronteiras são alguns dos 100 oradores presentes nos dois dias de conferência.

Comentários