Pedro Tinoco Fraga, fundador da F3M e acionista da Braintrust, da BrainInvest e da BrainCapital, e o jovem empreendedor César Martins, fundador e CEO da ChemiTek, estiveram esta semana no Spe Futuri, Investidores.

Leia alguns headlines:

Pedro Tinoco Fraga

“O pipeline das sociedades de investimento tem-se mantido, têm continuado a aparecer projetos”.

“Neste momento, em alguns setores, pela dificuldade de acesso ao emprego, poderá estar novamente a conduzir jovens para o empreendedorismo que todos nós chamamos de necessidade (…)”.

“Para a nossa área não acho que o ano tenha sido mau”.

“Curiosamente, começo hoje a sentir que o tipo de investidor que represento, e isto pode parece paradoxal, felizmente começa a desaparecer (…) temos vindo a assistir a uma profissionalização do setor (…)”.

“O principal mérito deste tipo de sociedades, nomeadamente BA, é saberem aquilo que são e não quererem ser mais do que aquilo que são (…)”.

“Continuo a acreditar mais em pessoas do que em ideias”.

César Martins

“(…) Às vezes o empreendedor pensa, vou fazer uma empresa, vou fazer um negócio, mas tem de pensar que há trimestres para pagar o IVA (…)”.

(…) as pessoas que estão a estudar [mesmo que não sejam da área de gestão]deviam aprender um bocadinho mais o que é uma empresa e como se gere uma empresa, que responsabilidades tem um empresário, um gerente ou um administrador, porque às vezes as pessoas se calhar têm medo, mas também não sabem nada do que se passa (…)”.

“(…) gosto de conhecer outros empreendedores e de saber o que eles fazem (..)”.

“Na geração dos 24 até 28  (…) nota-se que há alguns empreendedores , mas também se nota aquela debilidade, que se calhar eu também tinha no início (…), que é um pouco a ingenuidade do que é criar uma empresa ou um negócio (…)”.

“(…) Acho que estrategicamente os investidores, até hoje no caso da ChemiTek, têm-nos ajudado bastante”.

“Eu vejo o futuro a duplicar o que fiz este ano, no mínimo (…) esta situação é muito má para muitas famílias, para muitos negócios, mas também acho que não temos uma oportunidade no mercado de novos negócios, novas ideias, em certos mercados, em certos setores que estavam completamente fechados há 20 anos. A nossa geração tem de agarrar esta oportunidade (…)”.

Reveja as conversas anteriores:

António Murta, fundador e CEO da Pathena, e Renato Oliveira, fundador e CEO da eBankit.
João Brazão, CEO da Eureekka e business angel, e João Marques da Silva, CEO da CateringAssiste.
Francisco Horta e Costa, managing director da CBRE, e Ricardo Santos, CEO da start-up Heptasense.
João Arantes e Oliveira, fundador e partner da HCapital Partners, e Nuno Matos Sequeira, diretor da Solzaima.
Tim Vieira, CEO da Bravegeneration, e Pedro Lopes, fundador da Infinitebook.
Luís Manuel, diretor executivo da EDP Innovation, e Carlos Lei Santos, CEO e cofundador da HypeLabs.
António Miguel, fundador e CEO da MAZE, e Guilherme Guerra, fundador e CEO da Rnters.
João Amaro, Managing Partner da Inter-Risco, e Carlos Palhares, CEO da Mecwide.
Pedro Lourenço, administrador da Ideias Glaciares, e Pedro Almeida, fundador e CEO da MindProber.
Alexandre Santos, diretor de investimento na Sonae IM e cofundador da Bright Pixel, e João Aroso, cofundador e CEO da Advertio.
Francisco Ferreira Pinto, partner da Bynd Venture Capital, e Eduardo Freire Rodrigues, cofundador e CEO da UpHill.
Basílio Simões, business angel e fundador da Vega Ventures, e Gustavo Silva, cofundador e CMO da Homeit.
Manuel Tarré, presidente da Gelpeixe, e Nuno Melo, cofundador e sócio da Boost IT.
José Serra, fundador e managing partner da Olisipo Way, e Tocha Serra, Partner & Startup Spotter da Corpfolio.
Stephan Morais, fundador e diretor-geral da Indico Capital Partners, e André Jordão, CEO da Barkyn.
Ricardo Perdigão Henriques, CEO da Hovione Capital, e Nuno Prego Ramos, CEO da CellmAbs.
Pedro Ribeiro Santos, sócio da Armilar Venture Partners, e Jaime Jorge, CEO da Codacy.
Miguel Ribeiro Ferreira, investidor e chairman da Fonte Viva, e João Cortinhas, fundador e CEO da Swonkie.
Cíntia Mano, investidora que está ligada à REDangels e à COREangels Atlantic, e Marcelo Bastos, fundador da start-up Sizebay.
Diamantino Costa, cofundador da Ganexa Capital, e Nuno Almeida, CEO da Nourish Care.
David Malta, Venture Partner do fundo de investimento Vesalius Biocapital, e Daniela Seixas CEO da TonicApp.
Sérgio Rodrigues, presidente da Invicta Angels, e Ivo Marinho, cofundador e CEO da StoresAce.
Alexandre Barbosa, Managing Partner da Faber, e Carlos Silva, cofundador da Seedrs.
Inês Sequeira, diretora da Casa do Impacto, e Nuno Brito Jorge, cofundador e CEO da GoParity.
Paulo Santos, managing partner da WiseNext, e Hugo Venâncio, CEO da Reatia.
João Matos, administrador executivo do dstgroup e presidente e CEO da  2bpartner, e Bruno Azevedo, CEO da AddVolt.
Luís Quaresma, partner da Iberis Capital, e Vasco Portugal, cofundador e CEO da Sensei.
Isabel Neves, business angel, e Rita Ribeiro da Silva, cofundadora da Skoach.

Comentários