Por muito boa que seja uma ideia, o empreendedorismo não é para todos. A forma como apresenta os seus projetos e a abordagem que faz ao mercado podem ser reveladores das suas skills como empreendedor.

Quem está no mundo dos negócios está familiarizado com a satisfação associada à construção de uma empresa de sucesso. Mas também só quem está dentro deste processo sabe o trabalho que envolve e o esforço pessoal envolvido para se conseguir ser bem-sucedido. Um trabalho nem sempre compreendido por quem está de fora, sobretudo para quem pensa que vai ter a próxima grande ideia do século, mas que, no fundo, não passa disso mesmo. Ou seja, pessoas que claramente não têm as skills para seguirem a sua ideia, que não são verdadeiros empreendedores.

Para despistar qualquer dúvida sobre se o empreendedorismo é a atividade certa para si, o Business Insider reuniu um conjunto de frases ditas por potenciais empreendedores, e que podem revelar que, afinal, não tem perfil para tal. Por muito boas ideias que tenha, pode não ter a capacidade para as colocar em prática.

1- Tenho a próxima grande ideia que vai matar o Facebook

As hipóteses da sua ideia “matar” o Facebook, ou mesmo se tornar um produto real, são reduzidas. Até pode ter uma boa ideia, mas há inúmeras coisas a fazer antes de pensar em construir um negócio de sucesso, desde a análise competitiva, a angariar investimento, descobrir o modelo de negócio adequado, ir para o mercado e por aí fora. Sem esquecer que as estatísticas revelam que a maioria das start-ups ficam pelo caminho. Por isso, se nunca fez isso antes, se não tem uma história de empreendedorismo, as hipóteses de fracasso aumentam ainda mais. Então, se está na fase de ideia e confiante o suficiente para afirmar que vai acabar com o Facebook ou com o Google, por exemplo, claramente não tem noção do que tem pela frente. O que significa que pode não ser um verdadeiro empreendedor.

2- Não tenho concorrentes

Se acha que não tem concorrência para o seu projeto, então têm um problema em mãos: primeiro, porque não tem ideia do que é um concorrente. Pode pensar que é uma empresa que está a fazer a mesma coisa que a sua. Mas está errado, porque o seu concorrente é uma empresa que tem o mesmo público alvo e uma proposta de valor semelhante. Segundo, porque revela que não fez qualquer análise de mercado, o que significa que está no “bom caminho” para fracassar. E terceiro lugar, se não tiver mesmo concorrência isso normalmente significa que não há procura, que não há mercado. Em qualquer destas três hipóteses, dificilmente será um empreendedor.

3 – Se construir o negócio, os clientes virão

Se o seu registo for este, poder-se-á dizer que está no “campo dos sonhos” já que esta afirmação nada tem a ver com negócios e marketing. Ou seja, até pode construir o seu negócio, mas a menos que seja um excelente negócio, dificilmente vai atrair pessoas.

Um dos maiores e mais recorrentes equívocos das pessoas que querem tornar-se empreendedores é que a sua ideia, o seu eventual produto ou serviço, é tão bom que as pessoas não vão resistir.  A verdade é que há muitos produtos no mercado, muito ruído, e o seu produto até pode ser o mais surpreendente de sempre , mas se ninguém o conhece ele não é usado.

4 – Vamos tornar-nos virais
Ninguém pode garantir que algo vai passar a ser viral. Há muitos fatores indetermináveis para que tal aconteça. Por isso, se alguém diz que vai ficar viral é porque não sabe do que fala. Tornar-se viral não é um plano de marketing nem um plano de negócio.

5 – Faça um like na minha página de Facebook

O que isso tem isto a ver com o empreendedorismo? Muito. Se alguém pede a outra pessoa para o promover, isso revela que é um indivíduo que procura cortar caminho em vez de usar o seu tempo para produzir bons conteúdos, o que já daria uma boa razão para que alguém fizesse um like na sua página de Facebook. A pior característica que um empreendedor pode ter é a preguiça. Se procura vitórias a curto prazo, e que não se sustentam o longo prazo, então dificilmente será um empreendedor.

Estas afirmações são um bom indício de que não tem os pés na terra e não está consciente da realidade de um verdadeiro empreendedor.

Comentários