As projeções do FMI quanto às maiores economias do mundo em 2019, continuam a manter os EUA na frente, mas apresentam algumas alterações no Top 20.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) revelou esta semana as projeções das economias mundiais mais bem posicionadas. O ranking, que está em transformação, prevê algumas alterações para os próximos meses.

Ainda com o primeiro lugar garantido nos próximos anos, os Estados Unidos têm a China, que ocupa a segunda posição, no seu encalce. Mas quanto a estes países, o FMI não prevê grandes alterações de posições no ranking, tal como não espera mudanças nos lugares ocupados pelo Japão (3.ª posição) e pela Alemanha (4.º lugar).

Algumas das mudanças que se destacam na lista de projeções do FMI são, por exemplo, o avanço da Coreia do Sul (na 11.ª posição), que ultrapassa a Rússia. Também se perspetiva que a Espanha venha a superar a Austrália (na 13.ª posição), apesar da desaceleração do crescimento económico espanhol poder fazer com que o país saia deste lugar em 2022, segundo as estimativas do FMI.

Por sua vez, o  Reino Unido pode protagonizar a queda mais acentuada, de acordo com as projeções do FMI. Em 2019, e coincidindo com a saída da União Europeia, prevê-se uma estagnação económica. O Brexit pode levar a que o país passe para a 7.ª posição, sendo inclusivamente superado pela França e pela Índia nos próximos anos.

Previsões 2019

1. Estados Unidos
21.3 biliões de euros
« 1 de 20 »

1- Estados Unidos: 21,2 biliões de euros
2 – China: 16,8 biliões de euros
3- Japão: 5,1 biliões de euros
4 – Alemanha: 4,26 biliões  de euros
5 – Índia: 3,73 biliões de euros
6 –  França: 2,9 biliões de euros
7 – Reino Unido: 2,8 biliões de euros
8 – Itália: 2,07 biliões de euros
9 – Brasil: 2,02 biliões de euros
10 – Canadá: 2 biliões de euros

11 – Coreia do Sul: 1,77 biliões de euros
12 – Rússia: 1,56 biliões de euros
13 – Austrália: 1,54 biliões  de euros
14 – Espanha: 1,52 biliões de euros
15 – México: 1,32 biliões de euros
16 – Indonésia: 1,24 biliões de euros
17 – Países Baixos: 956.300 milhões de euros
18 – Turquia: 828.000 milhões de euros
19 – Arábia Saudita: 768.600 milhões de euros
20 – Suíça: 755.000 milhões de euros

Comentários