Empresas consideram utilização de IoT essencial durante a pandemia

Quatro em cada cinco empresas consideram a Internet of Things (IoT) fundamental para manter atividade durante a pandemia. Quem o diz é o Relatório IoT Spotlight 2020, da Vodafone Business.

A Vodafone Business lançou a 1.ª edição do Relatório IoT Spotlight 2020 centrado no impacto que a Internet of Things (IoT) tem nas empresas nesta fase de pandemia em que, mais do que nunca, as suas capacidades digitais são postas à prova.

O relatório, que reúne respostas de quase 1.650 empresas em 13 mercados mundiais, comprova esta realidade já que 77% dos utilizadores desta tecnologia aumentaram o ritmo de soluções neste período. De acordo com o “IoT Spotlight 2020”, 85% dos adotantes da tecnologia acreditam fortemente que a IoT foi fundamental para manter a continuidade dos negócios e 73% consideram que a pandemia irá acelerar os seus planos de adoção de soluções neste domínio.

Os resultados do IoT Spotlight são reveladores de tendências. Vejamos: a IoT continua a gerar valor e retorno do investimento (ROI) para os adotantes, e 87% concordam que o core da sua estratégia empresarial mudou para melhor em consequência da adoção da tecnologia. Por outro lado, 95% assume ter obtido retorno do investimento, 55% viram os custos operacionais diminuir, em média, 21%.

Entre os principais benefícios da implementação de soluções IoT destacam-se o aumento da produtividade dos colaboradores (49%) e a melhoria da experiência do cliente (59%). Acresce que os dados da Internet of Things estão a tornar-se essenciais no apoio da tomada de decisões para 59% das empresas e estão a ajudar 84% das empresas a atingir os seus objetivos de sustentabilidade.

O relatório constata ainda que a IoT possibilita novas formas de trabalhar e que os benefícios são superiores aos riscos. Três em cada quatro dos inquiridos afirmam que as organizações que não adotaram a IoT ficarão para trás dentro de cinco anos.

O IoT Spotlight 2020 também prevê uma redução significativa das preocupações relativas à cibersegurança, com apenas 18% das empresas a considerá-la um dos três principais obstáculos à adoção da tecnologia.

Comentários

Artigos Relacionados