Se estiver à procura de investimento para uma fase inicial da sua start-up, um dos melhores veículos de investimento a que pode recorrer são os business angels. Siga estes conselhos para captar a atenção dos que o podem auxiliar no crescimento da sua empresa.

Os business angels são uma fonte importante de financiamento para auxiliar o crescimento das empresas num estado inicial. Geralmente têm um rendimento anual de pelo menos 100 mil dólares (88,8 mil euros), ou um património líquido de pelo menos 1 milhão de dólares (888 mil de euros). Podem perder algum dinheiro com os seus investimentos, sem afetar o seu estilo de vida, no entanto menos de 2% daqueles que se qualificam como potenciais investidores se tornam realmente business angels.

Ser um business angel tem um risco elevado, mas se o investimento correr bem é altamente lucrativo: o retorno do investimento (ROI) pode chegar aos 22,4% em 20 anos, enquanto atinge apenas os 13,2% em NASDAQ, segundo a Kauffman Foundation.

Além deste percentual reduzido de potenciais investidores, as empresas fundadas por mulheres costumam ser preteridas face a empresas criadas por homens. Como tal é importante delinear corretamente a estratégia de abordagens aos business angels para melhorar as hipóteses de obter investimento. Ficam aqui alguns conselhos, segundo a Forbes.

1. Escolha os business angels certos
Identificar os business angels mais adequados para o projeto aumenta a probabilidade de sucesso, por isso é importante conhecer e estudar os potenciais investidores. Estude o tipo de investimentos onde os business angels que pretende contactar investem e veja se o seu negócio se enquadra nesse leque. Os business angels frequentemente querem estar ativamente envolvidos nos seus negócios e por isso muitas vezes investem em projetos que estão fisicamente próximo. Apesar de investirem em empresas embrionárias, a tendência é diminuir o risco dos seus portfólios, investindo em empresas que já têm alguma solidez. Essa solidez pode ser vista como o aumento de utilizadores, bom feedback dos cliente ou a criação de um conselho consultivo

2. Crie uma rede
Os investidores gostam de conhecer os empreendedores das empresas através de referências que confiam. Os business angels também participam nos dias abertos nos aceleradores de start-ups, competições para encontrar novas start-ups ou reuniões nas associações de business angles. Conferências e encontros de investidores ou plataformas online, como AngelList, CircleUp, Gust, OurCrowd e SeedInvest, são outros aspetos a considerar, segundo a Forbes.

3. Prepare bem o seu “elevator pitch”
Prepare uma descrição do negócio breve e concisa que capte o interesse do anjo.

4. Dê conteúdo ao seu projeto
Seja numa apresentação formal ou uma simples conversa de café, o projeto deve ter substância para cativar o interesse do investidor:

  • Dirigir-se a um mercado grande;
  • Resolver uma necessidade grande do mercado;
  • Conhecer a concorrência e apresentar uma vantagem competitiva;
  • Explicar quem são os clientes e como alcançá-los;
  • Descrever o seu histórico e da equipa fundadora e porque são o grupo certo para apresentar esta solução ao mercado

5. Preveja um retorno do investimento sólido
Os business angels sérios têm como meta um ROI de três a quatro vezes o seu investimento num período de 5 a 7 anos, resultando numa taxa interna de retorno (TIR) média de 20 a 30%. É importante preparar os históricos financeiros e projeções.

6. Quando questionado sobre eventuais perdas, junte informação sobre crescimento à sua resposta
Habitualmente, os investidores perguntam aos empreendedores do sexo masculino questões sobre crescimento e ganhos, e mulheres questões sobre prevenção ou perda. Neste caso, se for uma mulher empreendedora, é importante inverter o foco da resposta. Não deve fugir à questão sobre prevenção ou perda mas junte informação sobre o crescimento e ganhos previstos.

7. A química é importante
Os business angels passam muito tempo com os empreendedores, especialmente na fase inicial da construção de uma empresa. Uma boa convivência é tão importante como ter expectativas, visões e objetivos comuns para a empresa. É crucial ter uma boa química, confiar e ser capaz de responder às questões dos anjos sem se sentir ameaçado.

8. Aceite Formação
Os investidores também procuram pessoas que possam formar. O empreendedor não precisa de aceitar todos os conselhos que recebe, mas é importante que saiba ouvir sem ser defensivo. Regra geral, as mulheres são muito abertas a receber feedback e mais colaborativas. Os business angels gostam de investir em quem quer aprender.

9. Seja persistente e paciente
Os empreendedores devem ser empenhados, apaixonados e capazes de resistir a adversidades. O processo de aumentar o capital é demorado e desafiador.

10. Faça as devidas diligências com o business angel
Os empreendedores também devem ser exigentes em relação aos seus investidores. É crucial conhecer as motivações e expectativas dos investidores para a estratégia de saída e ROI. O fundador deve saber qual a mais-valia que o financiador aporta ao projeto. Os business angels com bom conhecimento do mercado podem impulsionar a empresa e mantê-la em crescimento. Os business angels com uma boa rede de contactos podem também facilitar a obtenção de novos fluxos de financiamento, incluindo capital de risco.

Comentários