A UNESCO colocou gratuitamente à disposição de todos a sua biblioteca digital, acervo que conta com cerca de 20 mil documentos sobre 193 países. O objetivo é garantir o acesso a inúmeros artigos históricos  durante este período de quarentena.

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) decidiu dar livre acesso à sua biblioteca on-line, colocando à disposição de todos uma coleção de cerca de 20 mil conteúdos, criada num espaço de tempo que varia de 8.000 aC. até aos dias de hoje.

Esta coleção inclui livros, filmes, documentários, fotos, mapas interativos, jornais, manuscritos, gravações em áudio e muito mais de bibliotecas de todo o mundo. Os documentos estão disponíveis em sete idiomas (inglês, francês, espanhol, português, russo, chinês e árabe).

“Como milhões de pessoas vão precisar de ficar em casa, vamos partilhar a cultura e as ideias. Conhece a Biblioteca Digital Mundial? A partir de agora tem acesso gratuito a manuscritos, livros, fotografias … Aproveite e descubra os tesouros culturais do mundo ”, pode ler-se no Twitter oficial da organização.

Comentários