Lançámos um desafio à Fábrica de Startups: eleger a start-up do mês. Conheça as razões da sua escolha que recaiu na Tripaya, motor de busca especializado em viagens que conta com o apoio da Microsoft através do programa Ativar Portugal e que já foi premiado internacionalmente.

Nome da Startup: Tripaya

Fundador: André Ramos

Atividade: A Tripaya é um motor de busca que agrega informação de mais de 200 sites de viagens, de forma a apresentar aos clientes os melhores voos e hotéis, com base no seu orçamento e interesses.

“Faço um balanço muito positivo destes dois anos de atividade. Quando lançámos a Tripaya sabíamos que estávamos a entrar numa corrida a meio, liderada por grandes gigantes com budgets enormes, mas aos poucos fomos conseguindo provar que a nossa solução entrega realmente valor acrescentado aos nossos clientes e fomos crescendo muito, sobretudo, através do word of mouth e também colecionando alguns prémios, tanto nacionais como internacionais, que nos deram muita motivação para continuar a fazer o nosso trabalho”, explicou André Ramos, CEO e fundador da Tripaya, ao Link To Leaders.

Para o responsável, o turista tem vindo a mudar os seus hábitos ao longo dos tempos. “Hoje em dia, o turista viaja mais vezes por ano, em períodos menores de tempo. Ou seja, ao passo que antigamente juntávamos grande parte dos dias de férias e tirávamos umas férias grandes, hoje em dia preferimos dividir os dias de férias e tirar várias vezes 3 ou 4 dias. E é neste cenário que uma solução como a Tripaya faz todo sentido, pois mais que nunca os viajantes precisam de inspiração e ajuda a encontrar novos destinos”.

Volume de negócios: No ano de 2016 geraram um volume de vendas de aproximadamente 250 mil euros.

Plano de negócios: Em 2017 preveem expandir atividade para os principais mercados de “outbound” na Europa, Alemanha, Reino Unido e Espanha. Simultaneamente estão a desenvolver a integração da tecnologia com chatbot do Facebook Messenger, de forma a criar o primeiro assistente virtual de viagens.

“Desde o início que sempre tivemos uma grande dúvida: se lançávamos uma app ou não. A verdade é que cada vez mais as pessoas instalam menos apps. Das 10 apps mais usadas em todo mundo, 6 delas são messaging apps. Dessa forma, em vez de estarmos a criar uma nova app, vamos querer integrar a nossa tecnologia nestas messaging apps, que já são usadas por toda a gente. No fundo o que queremos é criar um chatbot, que vai ajudar os nossos clientes a encontrar os melhores destinos, voos e hotéis, através de uma interface de pergunta / resposta”, explicou o CEO da Tripaya.

Na sua opinião, “ainda falta algo muito importante ao setor do turismo. Quando 10 pessoas diferentes procuram por um hotel numa cidade qualquer, vão ver exatamente as mesmas sugestões. Mas esses 10 indivíduos são todos diferentes, com gostos diferentes e valorizam diferentes coisas, pelo que deveriam receber diferentes sugestões, certo? É também para combater esta falha que estamos a desenvolver o assistente virtual, pois irá ligar às redes sociais e devolver resultados mais personalizados para cada cliente”.

Porque merece destaque: A Tripaya participou no programa de aceleração Discoveries em 2015 da Fábrica de Startups. “Atualmente, o seu trabalho tem sido muito reconhecido, tendo ganho vários prémios, entre os quais recentemente melhor ideia no Prémio Inovação NOS, mas também distinções lá fora, como a vitória no Startup Tour Europe realizada em Paris”, explica a Fábrica de Startups, onde está incubada a Tripaya.

Desafios do e-commerce no setor do Turismo: André Ramos vê dois grandes desafios: credibilidade e personalização. “Ao passo que em outros setores, os clientes comparam vários sites pelo produto que querem e acabam por comprar no mais barato, no caso do turismo o cliente valoriza muito a fonte de onde está a comprar, mesmo que nem sempre seja o mais barato. Todos nós já ouvimos falar de clientes que foram burlados nas suas férias e o cliente está hoje muito mais atento e valoriza muito a credibilidade da fonte”.

Tendo em conta esta premissa, a Tripaya decidiu juntar-se com os 2 principais players no mercado, o Skyscanner e o Booking.com, para transmitir aos seus clientes a confiança necessária.

Projetos para o futuro: O grande objetivo da start-up é continuar a crescer e aumentar a sua presença nos principais países europeus. “Temos um extenso roadmap com funcionalidades que vamos querer ir adicionando, sempre de forma a acrescentar valor aos nossos clientes”, conclui o CEO da Tripaya.

Site: http://www.tripaya.com/

Nota: Dados e design fornecidos pela Tripaya relativos a 2016

Comentários