Empreendedores portugueses vão poder voltar a apresentar as suas ideias de negócio, destinadas a tornar mais competitivo o turismo algarvio e do Baixo Alentejo, durante uma viagem de barco. A partida está marcada para dia 10 de outubro, na Marina de Albufeira.

No próximo dia 10 de outubro, pelas 14h00, na Marina de Albufeira, investidores, parceiros e potenciais clientes irão subir a bordo de duas embarcações – uma delas 100% sustentável e movida a energia solar –, para um momento de criação de rede, discussão de projetos e ideias.

Todos os participantes terão a oportunidade de apresentar os seus negócios, enquanto durar a viagem. Mais tarde, e já em terra, seis finalistas vão poder fazer pitch de três minutos, seguidos de três minutos para questões a colocar por parte dos membros do júri. Em jogo está um prémio de 2 mil euros e mais seis meses de incubação nos Territórios Criativos.

Tudo isto vai acontecer no âmbito da iniciativa de pitching e networking Net Me Up, promovida pelo Turismo de Portugal e pelos Territórios Criativos, em parceria com a AlgarExperience, a Algarve Sun Boat Trips, a GEN Portugal, a Startup Albufeira, a StartUp Barreiro e a StartUp Portimão, que visa “impulsionar a retoma do setor turístico na região, tornando-o mais inovador e competitivo”.

Do programa do evento fazem ainda parte diversas inspiring talks, tais como “Digitalização das Cidades como potenciador de Turismo, Comércio e Serviços”, ministrada por Rui Braga, vice-presidente da Câmara Municipal do Barreiro, e “Empreendedorismo em Portugal”, que será conduzida por Rui Ferreira, presidente da Portugal Ventures.

Para Luís Matos Martins, CEO dos Territórios Criativos, o Net Me Up é “um momento ímpar no ecossistema empreendedor pois neste programa de pitching e networking contamos com a presença de uma diversidade de parceiros pois, só desta forma, nos faz sentido gerar negócio”.

“A maior diferenciação e aquilo que mais se destacou pela positiva foi o networking feito, o formato da iniciativa com o momento de networking a bordo de uma embarcação permite que as pessoas não tenham outra hipótese que não seja conversarem umas com as outras. O maior output dali retirado foi a rede de contactos potenciada durante todo o evento e a presença de entidades que são importantes de estarem ligadas às start-ups, pois só assim é possível estas se alavancarem e tornarem o ecossistema empreendedor mais forte” , afirmou João Freitas, vencedor da 3ª edição, com o projeto HiJiffy.

As candidaturas para a 4ª edição do Net Me Up decorrem até 25 de setembro.

Comentários