O programa tem como finalidade atrair jovens do ensino superior para a investigação em inteligência artificial (IA).

A Fundação Calouste Gulbenkian criou o programa de Bolsas Gulbenkian Novos Talentos em Inteligência Artificial, dirigido a estudantes do ensino superior nacional. Estão em causa as áreas de Engenharia Informática, Informática, Ciências da Computação, Matemáticas Aplicadas, Tecnologias da Informação e Comunicação. Podem participar alunos inscritos no 3.º ou 4.º anos de licenciatura e mestrados integrados ou 1.º ano de cursos de mestrado nas áreas referidas.

Os selecionados serão integrados num programa no decurso do qual, e sob a orientação de tutores, realizaram um trabalho de estudo e de investigação aprofundada no domínio da Inteligência Artificial. Além disso, participarão também num conjunto de workshops de formação.

As candidaturas começaram na passada segunda-feira e prolongam-se até dia 14 de outubro. A seleção será da responsabilidade do Conselho de Administração da Fundação. A cada um dos concorrentes escolhidos pelo Novos Talentos em Inteligência Artificial será atribuída uma bolsa durante 10 meses.

Comentários