Um festival de artes que recorre ao crowdfunding para trazer artistas do Brasil e uma marca de equipamentos fotográficos que optou por testar o mercado com esta modalidade de financiamento, foram os casos escolhidos este mês.

O crowdfunding chegou aos festivais de música nacionais, mais exatamente ao Festival Mexe (Encontro Internacional de Arte e Comunidade) que realiza a sua 5.ª edição 16 a 22 de setembro, na cidade do Porto. A edição deste ano tem a particularidade de estar a envolver a realização de uma campanha de crowdfunding com o objetivo de angariar financiamento para receber (com alojamento e refeições) um grupo brasileiro que vai atuar no evento.

A campanha está a decorrer na plataforma PPL e tem como meta chegar aos dois mil euros necessários para acolher o grupo de sete artistas vindos do Brasil. Hugo Cruz, diretor artístico do MEXE, explicou à agência Lusa que sentiram necessidade de fazer esta campanha de crowdfunding, “porque ela é muito coerente com a própria filosofia do festival, queremos chamar o cidadão comum a ter uma voz ativa, neste caso não é apenas apoiando financeiramente, (…) mas todo o festival é pensado com as comunidades locais”. O diretor do festival referiu que os problemas financeiros já foram sentidos em edições anteriores porque o orçamento anual não acompanhou o crescimento e a projeção que o Mexe tem registado. A campanha está a decorrer até dia 23 de agosto. Este ano o festival vai dividir-se por vários locais da cidade, num total de 21 espaços, como por exemplo, o Seminário do Vilar e o Teatro Carlos Alberto.

Canon avalia potencial de nova câmara com crowdfunding

Com o lançamento de uma nova câmara fotográfica em agenda – resistente à água e aos choques, vocacionada para quem gosta de atividades ao ar livre – a Canon também enveredou por uma forma sui generis de avaliar o interesse do público neste tipo de equipamento. A Ivy Rec, assim se designa a pequena câmara, foi concebida para ser usada sem mãos uma vez que pode ser prender à roupa. O novo gadget da Canon tem um sensor de 13 megapíxeis e está envolvida num revestimento altamente resistente, anti-choques e anti-infiltrações. Antes do lançamento, o equipamento vai passar por uma fase de crowdfunding, forma encontrada pelo fabricante para testar o interesse do público num equipamento deste género e, simultaneamente, reduzir o risco financeiro que o investimento no projeto implica. Apesar de já ter sido noticiada na imprensa, ainda não há data para o início da campanha.

Comentários