Estratégia empresarial, marketing, vendas e recursos humanos, aplicadas à realidade do setor das tecnologias de informação. Este foi o tema da 2.ª edição da conferência Falando TI.

Um momento de partilha de experiências e melhores práticas em áreas como a estratégia empresarial, marketing, vendas e recursos humanos, no domínio das tecnologias de informação, para o mercado B2B e vendas complexas. Esta foi a aposta da 2.ª edição da conferência Falando Ti, uma organização da OutMarketing, que na semana passada reuniu dezenas de participantes no Auditório Mar da Palha, no Oceanário de Lisboa, para falar de tendências e partilhar a opinião de algumas das principais empresas de tecnologias de informação em Portugal e no mundo.

A conferência foi estruturada em três painéis complementares – Estratégia Empresarial, Marketing e Vendas e Recursos Humanos -, e coube a Mariana Jordão, diretora de operações da Feedzai, iniciar a sessão de trabalho. Esta profissional partilhou numa talk de estratégia empresarial e motivacional a experiência e percurso da empresa tecnológica portuguesa, mas cada vez mais global, já que atualmente tem escritórios em nove países.

Mariana Jordão salientou a “importância de procurar a oportunidade certa para encontrar o mercado mais adequado” a cada empresa e negócio, defendendo também que “a Inteligência Artificial é fundamental no novo mundo digital” e que “a capacidade de inovação é fundamental para ter sucesso na área tecnológica”. Um dos “segredos” da Feedzai para se consolidar hoje como a marca que é, assegurou, foi a aposta em equipas de marketing muito especializadas, em simultâneo com a aposta forte na formação e profissionalização das equipas de vendas.

O “frente a frente” entre marketing e vendas juntou no segundo painel, moderado por Gabriel Coimbra, Group Vice President e Country Manager da IDC, os profissionais  Michel Ozzello, Web, Brand & Creative Services Senior Director da OutSystems; Vanda Jesus, diretora de marketing e comunicação da Microsoft; Carla Barros da Fonseca, diretora de marketing da BI4ALL; Nuno Santos, CEO da GFI Portugal; Joana Peixoto, diretora comercial e de marketing da Opensoft; e Bernardo Mota, COO da Olisipo.

Para início de debate, o moderador do painel revelou que as empresas de TI vão crescer 6% a nível global e 8% ao nível do marketing, enquanto Nuno Santos da GFI Portugal salientou que “o marketing ganhou força na vida social e há que ter a consciência de que a venda tem de ser coletiva e ir da rececionista ao CEO”.

Numa saudável troca de experiências entre vendas e marketing, Bernardo Mota da Olisipo lembrou que o marketing revela o valor que as empresas aportam e isso é “um enorme desafio numa empresa de serviços”. Por sua vez, a diretora de marketing e comunicação da Microsoft sustentou que “cerca de 70% do processo de compra começa ainda antes da relação com as vendas”, enquanto Carla Fonseca, realçando o conceito de customer experience, frisou que “há uma grande vantagem em ter uma estratégia integrada e sustentada entre o marketing e as vendas”.

A análise de Michel Ozzello, da Outsystem, centrou-se na importância do marketing digital para alavancar as empresas, lembrando que as maturidades do mercado são totalmente diferentes de país para país e isso tem impacto no mix de marketing e vendas”. Joana Peixoto da Opensoft, frisou ainda que, atualmente, “no marketing, o KPI mais importante são as leads”.

Moderado por Anabela Chastre, o painel de recursos humanos reuniu Francisca Matos, Talent Director da Talkdesk, Liliana Silva, diretora de Recursos Humanos da Milestone, Renato Bolzan, CEO da Invillia e Ricardo Parreira, CEO da PHC Software.  O destaque e a ideia dominante da última sessão da conferência Falando TI foi para a importância das pessoas nas empresas e para necessidade, e dificuldade, da retenção de talentos.

Ana Barros, diretora executiva da OUTMarketing, fechou a sessão de trabalho a anunciar a realização da terceira edição da conferência no dia 3 de dezembro de 2020.

Comentários