Uma dupla de engenheiros da Califórnia desenvolveu um dispensador de protetor solar gratuito, com o objetivo de diminuir a incidência de cancro nos Estados Unidos.

Foi em 2014 que os estudantes de engenharia Alex Beck e Ryan Warren decidiram criar a BrightGuard. A ideia surgiu na sequência de uma pesquisa que revelava que, entre 1973 e 2014, os casos de cancro na pele tinham crescido 200% nos Estados Unidos.

Segundo o estudo, cerca de 3,3 milhões de pessoas são anualmente diagnosticadas com a doença. Tendo em conta que o maior fator de risco é a exposição aos raios ultravioleta, a dupla decidiu criar uma solução que permitisse o acesso fácil e gratuito a protetor solar com fator solar 30, capaz de diminuir até 80% o risco de contrair a doença.

Para alcançar esse objetivo, os empreendedores desenvolveram um dispensador de protetor solar. A proposta consiste num aparelho simples, leve e de fácil instalação, que pode ser colocado em locais públicos, como praças, parques e praias, para que a população crie o hábito de aplicar protetor solar todos os dias, sem que tenha de pagar por isso.

Desde a criação há três anos, a dupla já instalou mais de 2 mil dispensadores em 50 estados norte-americanos, através de um sistema de parcerias que a BrightGuard estabeleceu com diversos órgãos do governo norte-americano, entre eles a Câmara de Nova Iorque, que colocou 80 dispensadores na cidade.

A start-up desenvolveu também parcerias com organizações sem fim lucrativos, com o objetivo de fazer chegar o equipamento às escolas de todo o país. “Em muitos estabelecimentos, é proibido que as crianças levam o frasco do protetor para a aula. Com os dispensadores, estas aprendem desde cedo a protegerem-se dos raios solares”, referiu Warren à Fast Company.

Colorido e prático, o dispensador conta com sensores que o tornam mais higiénico, já que não é necessário tocar no equipamento para receber uma dose do produto.

Cada aparelho custa cerca de 70 dólares (aproximadamente 61 euros). As recargas do protetor são fabricadas por uma empresa na Florida e têm preços entre os 150 dólares (cerca de 131 euros) e os 200 dólares (cerca de 174 euros). Um litro de protetor tem capacidade para proteger cerca de 150 pessoas por dia.

Comentários