Conheça os destinos que prometem continuar atrativos para turistas de todo mundo na próxima década. Dos Estados Unidos à Roménia, as propostas dos especialistas ligados às viagens são irrecusáveis.

Um novo ano começou e muitos já estarão a pensar nas suas próximas férias mesmo com a pandemia por perto. Mas se pensa que alguns dos lugares vão desaparecer ou não farão parte da lista de destinos a privilegiar nos próximos anos, engana-se.

Ann Abel, colaborada da Forbes, falou com alguns especialistas sobre o que continua nos seus radares para que logo que a pandemia permita uma maior abertura nas viagens estas saiam da lista de desejos e passem à realidade.

Tom Marchant cofundador da empresa de viagens de luxo Black Tomato, Jennine Cohen, consultora da empresa de viagens de aventura Uncharted e cofundadora da Women Travel Leaders, e Andrea Ross, especialista de viagens da Kaanect, que ajuda as pessoas a viajarem com mais consciência, divulgaram a Abel os destinos que se vão manter atrativos nos próximos 10 anos.

1. Bend, Estados Unidos
“Bend está para o Oregon, em muitos aspetos, como Aspen está para o Colorado”, diz Marchant. “Bem-sucedida, repleta de restaurantes e lojas vibrantes, envolvida por uma verdadeira meca ao ar livre e apoiada por uma comunidade artística talentosa. Este enclave descontraído é cheio de personalidade e hospeda uma programação constante de atividades sazonais, de festivais a shows, corridas de bicicleta a cervejarias. Mas é o mundo natural que é realmente a grande atração. Entre as possibilidades de Benda estão a pesca com mosca, mountain bike, caminhadas, escalada e até mesmo explorar tubos de lava para aprender mais sobre o que torna o solo da área tão único”, conta. A nova viagem oferecida pela Black Tomato combina Bend e o Vale Willamette, com experiências em cavernas de tubos de lava e passeios de helicóptero.

2. Camboja e Tailândia
“Embora a temporada para a Tailândia tenha sido inaugurada oficialmente em novembro, vemos o início de 2022 como o melhor momento para visitar,” explica Ross, que morou no Camboja durante muitos anos. “A temporada para o Camboja também foi inaugurada em dezembro e a ideia de ver o templo de Angkor Wat sem as multidões é incrível. Devo dizer que também queremos que os viajantes voltem ao Sudeste Asiático para ajudar os motoristas, guias e comunidades locais. Mal podemos esperar para receber os viajantes de volta, tanto para desfrutar desses países sem multidões, mas também para ser uma parte positiva de seu crescimento e recuperação!”, conclui Ross.

3. Cashel, Irlanda
“O próximo ano marca o 100º aniversário da assinatura da Constituição irlandesa e, com isso, uma nova onda de experiências e serviços de alto nível está a chegar ”, revela Marchant. “The Rock of Cashel, um dos marcos mais espetaculares e icónicos da Irlanda, é um espetáculo para ser visto. Embora o local já tenha atraído muitos turistas, raramente era mais do que uma viagem de um dia como parte de um itinerário maior. Mas realmente há muito mais para ver, e esta região está repleta de personalidade, desde artesãos locais, fábricas de lã e destilarias familiares até um dos melhores estabelecimentos de treino de cavalos do mundo. Calor e autenticidade irradiam de cada esquina, e com um novo e empolgante hotel Relais & Chateaux inaugurado na primavera de 2022, não há melhor época para visitar esta parte verdadeiramente maravilhosa da Irlanda”, conta.

4. Costa Rica
“Considerada estável e segura, a Costa Rica recuperou rapidamente da pandemia e continuou a desenvolver-se de forma constante no ano passado nos segmentos de luxo e aventura”, explica Cohen. “Six Senses, One & Only e o novo Nihi estão todos prontos para abrir em Guanacaste, assim como outras marcas de hotéis de luxo. Os viajantes estão a migrar para esta zona azul, que também é conhecida como um dos países mais felizes do mundo, para desfrutar do seus microclimas, vulcões, vida selvagem e praias. Mas ainda há lugares para ver o autêntico sabor local da Costa Rica que a colocou no mapa de um dos destinos com maior biodiversidade do mundo e líder em viagens sustentáveis ​​em primeiro lugar. Uma ótima maneira de experienciar a incrível vida selvagem da Costa Rica é através do novo Boena Wilderness Lodges, que está sob propriedade da Costa Rica.

5. Ilhas Galápagos, Equador
“Depois de um ano fechadas, as Ilhas Galápagos estão finalmente abertas e a vida selvagem marinha e terrestre está mais prolífica do que nunca!”, afirma Cohen. “Uma das paisagens marinhas mais impressionantes do mundo ficou ainda melhor. O presidente do Equador anunciou recentemente na Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas, em Glasgow, a expansão da Reserva Marinha de Galápagos em 60 mil quilómetros quadrados, o que é um passo muito importante para a proteção das espécies marinhas ameaçadas de extinção”, reforça Cohen.

A Uncharted trabalha com uma série de iates que apoiam os esforços e as iniciativas de conservação, sendo o mais emocionante o Aqua Mare, o primeiro pequeno iate de luxo nas Galápagos, com uma pequena pegada de carbono e um ótimo guia.

6. Granada
“Há muito tempo que admiramos a linda ilha de Granada pelo apelo fora do radar, com praias empoeiradas e estimulação sensorial na chegada, onde o ar doce cheira a sal marinho, noz-moscada e macis”, diz Marchant. “Mas agora, mais do que nunca, a enorme popularidade do Caribe torna Granada preparada para ser o lugar‘ in-the-know ’para se visitar, com muito mais a fazer do que um‘ fly and flop ’na praia. Quilómetros de praias desimpedidas justapõem-se a florestas tropicais virgens que estão prontas para experiências intrépidas e oportunidades de retribuir, com duas inaugurações de hotéis de luxo notáveis previstas, o Six Senses e o Kimpton, que tornam este destino atrativo nos próximos anos”.

7. México
“O México reúne muitos países num – e há muito mais do que ficar sentado na praia ”, diz Cohen, que recentemente se mudou para o país. “Com novos artesãos prósperos, lojas e mercados modernos e vibrantes e uma cena culinária moderna, é difícil olhar para além desta joia em viagens de aventura e luxo que está bem no nosso próprio quintal”. Além disso, “o México foi o único país do planeta que manteve as suas fronteiras abertas durante a pandemia global. Enquanto o resto do mundo parava, o México prosperou de uma forma importante com a chegada dos nómadas digitais internacionais e uma nova onda de jovens artistas e empreendedores mexicanos, o que trouxe ao país um influxo de sofisticada influência e atenção internacional”, conta Cohen. Vários hotéis serão inaugurados em breve  o país.

8. Patagónia
“Há mais formas do que nunca de conectar as vastas paisagens da Patagónia”, observa Cohen. “Entre o Chile e a Argentina, há uma série de novos projetos de hotéis sustentáveis, de grandes empresas, como [a sempre em expansão]Explora, a marcas independentes menores e menos conhecidas, como Barranco no Chile e Posta de los Toldos, que leva a explorar a região. E mais: novas iniciativas de conservação estarão online em 2022, como o Rewilding Patagonia”, conta.

9. Porto Rico
“Embora a ilha principal de Porto Rico seja adorável, se quiser um destino menos desenvolvido, a ilha de Vieques, ao largo da costa leste da ilha principal, é o refúgio perfeito”. explica Ross. “Acessível por pequeno avião ou balsa, é tão remoto quanto pode ser fácil de chegar! Andar a cavalo pela praia, mergulhar acima de lindos recifes de coral, andar de caiaque pela maior baía bioluminescente do mundo – você tem a sensação remota de um paraíso tropical com a facilidade de uma viagem doméstica. Visitei a ilha com as crianças em outubro e simplesmente amamos esta doce pequena ilha”, conclui.

10. Transilvânia, Roménia
“A Transilvânia está repleta de uma história extraordinariamente rica e, este ano, a Roménia dá as boas-vindas ao seu 9º Património Mundial da UNESCO, a Paisagem Mineira Roșia Montană. A área tem visto um aumento recente no interesse de clientes e a Roménia é de fato o país com maior diversidade biogeográfica da UE e um dos melhores lugares da Europa para a observação da vida selvagem. A falta de opções de hotéis de luxo tornou a Transilvânia incómoda para alguns viajantes, mas agora esta realidade alterou-se. O recém-inaugurado Bethlen Estates, uma mansão ancestral luxuosa e vividamente reanimada, é o lugar perfeito para se hospedar”, revela Ross.

Comentários