Por incrível que pareça 2019 chegou ao fim. É a época dos presentes, da comida, da família e, do mais importante, de agradecer por mais um ano. Pode não ter sido um ano clássico ou até mesmo um ano desastroso. A verdade é que conseguimos e agora estamos mais experientes e mais endurecidos do que no início de 2019. Como se costuma dizer “o que não nos mata, torna-nos mais forte” e eu tornei-me realmente mais forte este ano.

Também foi um ano tremendo em muitos aspetos e também difícil em muitos outros. Viajei pelo mundo com a minha família e serei eternamente grato por esta experiência. Aprendi muito sobre mim e sobre a minha família. Vimos e experimentámos coisas verdadeiramente surpreendentes nesta nossa viagem. E constatei como todos nós somos semelhantes, desde a Mongólia até ao país onde vivemos.

No entanto, também vi em primeira mão como preferimos ignorar as nossas semelhanças e como infelizmente nos concentramos nas nossas diferenças, usando-as para justificar os nossos sentimentos de superioridade em relação aos outros. No geral, adorei a nossa viagem ao redor do mundo e espero que seja a minha última lembrança quando eu fechar os meus olhos para sempre.

Ri, chorei e lutei em várias frentes este ano. Fui persistente, resiliente e positivo, mesmo durante os tempos difíceis e desafiadores que pareciam ter sido os que foram mais frequentes em 2019. Também perdi alguns amigos que agora só vivem no meu coração, pelo menos até que os volte a ver novamente.

Também me distanciei de outros devido a deceções e desacordos, mas aproveito a oportunidade para lhes dizer que espero que consigam tudo o que merecem. Agradeço-lhes também, pois mais uma vez me ensinaram a lição difícil de verdadeiros amigos e de pessoas oportunistas. Eles provaram que Mark Twain estava correto: “Quanto mais eu conheço as pessoas, mais gosto dos meus cães”. Também experimentei em primeira mão como os ratos são os primeiros a pular do navio quando as coisas se tornam difíceis.

Felizmente, também posso agradecer a Deus pelos verdadeiros amigos e bons parceiros que permaneceram a bordo e que me ajudaram a remar durante toda a tempestade para águas mais calmas e promissoras. Adoro-vos! Vocês mantiveram o meu coração mais calmo e amoroso através das vossas ações. Juntos estamos mais fortes do que nunca e sei que o melhor ainda está por vir.

Tenho a certeza de que todos estão exaustos, mas tão felizes como eu por chegarmos a mais um final ano. Nesse caso, prometa-me que fará as mudanças na sua vida como eu fiz para me colocar em primeiro lugar em 2020, pois só assim poderá realmente ajudar aqueles que importam e não perder mais tempo com aqueles que não importam.

É difícil, eu sei, a nossa boa natureza humana sempre vê o bem nos outros e acreditamos em sonhos. Façamos de 2020 um ano mais cauteloso para não permitir idiotas nas nossas vidas. “A minha vida importa”, “Eu primeiro”, “Sim, eu posso” e “Eu também” são todos os slogans da vida nos quais me focarei em 2020. Não, não estou a ser egoísta. Pelo contrário, estou a ser mais inteligente, mais resistente e mais realista em 2020.

Sinto-me mais forte, mais determinado, focado, mentalmente mais leve e sim, muito mais feliz do que nunca, ao eliminar os sanguessugas da vida e ao abraçar os meus verdadeiros amigos.

Aceite todas as merdas que passou, mas também aceite o conhecimento e as experiências de vida que toda essa porcaria lhe ensinou. Seja grato pelo quão bem preparado está agora para o futuro por causa de toda essa experiência. Não seja estúpido ao cair nas mesmas armadilhas ou nas mesmas crenças, não cometa os mesmos erros.

Diga não mais frequentemente aos sanguessugas e diga sim àqueles que ama. Construa os relacionamentos importantes e diga adeus aos irrelevantes. Lute pelo que vale a pena lutar e não perca tempo com o que é inútil e não tem sentido. Ore e deixe Deus mostrar a diferença. Eu sei que vai doer durante algum tempo, mas sentir-se-á aliviado no futuro.

Termino pedindo que respire, pense e planeie o seu 2020 para que entre com o pé direito e faça dele um ano clássico.

Um ano feliz e alegre porque você merece, afinal você sobreviveu a 2019.

 

Versão do texto em inglês

Blessed Christmas and a HAPPIER New Year

Incredible as it may seem, 2019 has reached its end. It’s time for presents, food, family and most importantly being grateful for another year. It might not have been a classic year or it might even have been a disastrous year. The truth is that we have made it and we are now more experienced and more battle hardened than at the start of 2019. As they say what doesn’t kill you makes you stronger and damn have I become stronger this year.

It has also been a tremendous year in many aspects, and yet a very tough one in many others. I travelled the world with my family and will forever be grateful for that experience. I learnt so much about myself and my family. We saw and experienced truly amazing things on our trip. I understood how similar we all are, from Mongolia to right back home. Yet I also saw first hand how we prefer to ignore our similarities and how we unfortunately focus on our differences, using these to justify our feelings of superiority over others. Over all though, I loved our around-the-world trip and hope that it will be my last memory when I close my eyes forever.

I laughed, cried and fought on various fronts this year. I was persistent, resilient and positive even during the tough and challenging times which seemed to have come around more often in 2019. I also lost some friends as they left this earth and now they only live in my heart until I see them again. I also distanced myself from others due to disappointments and disagreements, but take this opportunity to tell them that I hope they get all that they deserve. I also thank them as they have once again taught me the hard lesson of true friends and opportunist fools. They proved the Mark Twain saying true, “The more I get to know people the more I love my dogs”. I also experienced first hand, how the rats are the first to jump ship when the going gets tough.

Fortunately, I can also thank God for the true friends and good partners that stayed onboard and helped me row all the way through the storm to now calmer more promising waters. I love you guys and you have kept my heart soft and loving through your actions. Together we are stronger than ever and I know that the best of us is still to come.

I’m sure you’re all exhausted, you’re all just as happy as I am to make it to year’s end. If so, then promise me you will make the changes in your lives as I did mine to put yourself in first place in 2020 as only then can you actually help those that matter and no longer waste time with those that don’t. It’s tough I know, our good-human nature always sees the good in others and we believe in dreams but let’s make 2020 a more cautious year in order not to allow assholes into our lives. “My life Matters”, “Me First”, “Yes I Can” and “Me Too” are all the life slogans by which I will live in 2020. No, I am not being selfish or egotistical, quite the contrary. I am just being smarter, tougher and more realistic in 2020. I feel stronger, more determined, focused, mentally lighter and yes much happier than ever as I offloaded the free loaders and embraced my true friends.

Accept all the bad shit that you’ve been through, but also embrace the knowledge and life experiences that all that crap has taught you. Be thankful for how well prepared you now are for the future because of it. Don’t be stupid by falling into the same traps or same beliefs, don’t make the same mistakes. Say No more often to the free-loaders and say Yes to the ones you love. Build the important relationships and say goodbye to the irrelevant ones. Fight for what’s worth fighting for and don’t waste time on what’s worthless and meaningless. Pray and let God show you the difference. I know it hurts for a while but it will feel so relieving in the future.

I end by asking you to breath, think and plan your 2020 so you go into it on the right foot and make it a classic year.

A happy and joyous year because you deserve it, after all you survived 2019

Comentários

Sobre o autor

Avatar

Tim Vieira é empresário em Angola desde 2001, país onde possui, juntamente com o seu sócio Nuno Traguedo, um dos mais relevantes grupos de Media – a Special Edition Holding –, que emprega mais de 500 colaboradores e detém algumas... Ler Mais