Encontrar o investidor certo pode ser uma tarefa árdua, mas é uma etapa fundamental para o sucesso de uma potencial parceria.

Atrair os investidores errados pode ser um erro grave, de acordo com o artigo da TNW. Para identificar aqueles que melhor servirão as necessidades da empresa, os seus líderes precisam de fazer as perguntas certas aos potenciais investidores de forma a perceber se os interesses de ambas as partes estão em consonância, se se encaixam com o perfil do produto, do mercado e da visão da empresa.

É igualmente importante estabelecer ligações com investidores que conheçam a sua indústria específica e percebam o valor do seu produto ou serviço. O chamado “dinheiro inteligente” pode ser um enorme benefício ao longo do ciclo de vida da sua start-up. E, antes de assinar qualquer acordo mais definitivo, os líderes precisam de se assegurar de que o investimento será estruturado de forma a suportar a sua visão para o crescimento do seu negócio.

Encontrar concordância
Para além do dinheiro e da mentoria, é importante encontrar investidores que partilhem dos mesmos valores no que diz respeito à comunicação, responsabilidade e cultura da empresa. Investidores e empreendedores precisam ainda de estar de acordo no que toca às expetativas e tempo para a saída da empresa. Divergências em qualquer uma destas áreas poderão – e certamente irão – causar fricção em algum momento.

Empreendedores e investidores precisam de começar por organizar uma entrevista mútua para garantir que todos estão no mesmo barco. Ambos devem colocar questões sobre negócios e experiências prévias de modo a determinar o nível de perícia, o temperamento e as expectativas de cada um de modo a esclarecer se a relação se pode tornar benéfica ou tóxica.

É particularmente importante para os dois lados que cada um defina, à partida, o que espera alcançar. Promover, antecipadamente, um diálogo profundo sobre o caminho projetado pela empresa, ajudará as duas partes a entender o que esperar à medida que a parceria se concretiza.

Fazer a aposta certa
Tal como em qualquer outra parceria, encontrar investidores que preencham os vazios aos quais a equipa ainda não tem capacidade de atender, pode ser uma grande ajuda. Seja experiência financeira, de marketing ou uma boa rede de parcerias que permita alcançar potenciais clientes, existe uma variedade de mais-valias que um investidor pode, potencialmente, oferecer.

Ponderar antes de assinar
Os investidores têm a opção, desde o primeiro momento, de adquirir ações da empresa a partir de uma avaliação existente ou converter o seu investimento em ações apenas no futuro, a partir de uma avaliação com uma percentagem de desconto, designada de “nota conversível”. Alguns empreendedores e investidores iniciais preferem esta última opção enquanto que outros não fecham negócios que não envolvam capital próprio.

É fácil encontrar exemplos de desacordo no que diz concerne à estrutura de investimento relacionado com liquidez de longo prazo, sobretudo quando as partes envolvidas ainda têm ainda pouca experiência na fase inicial das transações. É fundamental que tanto investidores como empreendedores discutam o grau de envolvimento dos investidores e as expectativas no momento da sua saída, à medida que a empresa cresce.

Os investidores podem, efetivamente, oferecer muito mais do que financiamento, mas um investidor em dissonância pode abanar toda a estrutura da empresa. Já os que tiverem uma visão de negócio correta e experiência no setor de mercado da start-up podem tornar-se uma ajuda preciosa na validação da ideia e atuar como um consultor confiável nos inevitáveis altos e baixos de uma start-up.

Comentários