O desafio está aberto a atuais alunos universitários ou formados no ano letivo anterior que poderão apresentar as ideias mais disruptivas e impactantes para a sociedade em áreas como fintech, saúde, conectividade e energia. Inscrições decorrem até 21 de dezembro.

De 14 a 16 de abril, o TecStorm volta a reunir na Fundação Champalimaud estudantes universitários de todo o país numa competição que vai premiar as ideias mais disruptivas e impactantes para a sociedade em quatro áreas, nomeadamente saúde, energia, conectividade e fintech.

Sob o lema ‘A Step Into the Future’, o evento, promovido pela JUNITEC (Júnior Empresa do Instituto Superior Técnico) disponibiliza gratuitamente, durante os três dias de competição, todo o material técnico, transporte, estadia e alimentação e atribui aos quatro projetos vencedores 10 mil euros em prémios.

Assim, até ao dia 21 de dezembro, os alunos universitários e graduados no ano letivo 21/22 de todo o país podem candidatar-se à 7ª edição do TecStorm.

“O talento em Portugal está de boa saúde e, de ano para ano, percebemos isso mesmo pela qualidade e ambição dos projetos que são apresentadas no TecStorm”, afirma Ana Matos, presidente da JUNITEC, acrescentando que “estamos ansiosos para acolher as novas ideias e empenhados em ajudar a alavancar o futuro dos jovens empreendedores de todo país.”

Vodafone, Fundação Champalimaud, Galp e SaltPay juntam-se como main sponsors ao evento e, em parceria com o TecStorm, vão avaliar e selecionar os projetos vencedores de cada uma das áreas de impacto da competição (saúde, energia, conectividade e fintech). O prémio pecuniário de 10 mil euros será distribuído pelas equipas vencedoras que serão conhecidas no dia 16 de abril.

Às equipas inscritas, o TecStorm disponibiliza, na fase de ideação, acompanhamento e mentoria, de forma a ajudar a aperfeiçoar a ideia e a gerir o projeto em candidatura. Selecionados os projetos a concurso, os participantes – para além do material técnico, transporte, estadia e alimentação disponibilizado gratuitamente durante os dias de evento – contam com acompanhamento de uma vasta rede de mentores que os vão ajudar a construir o seu protótipo, a criar o seu pitch e a elaborar o seu plano de negócios.

Comentários