Criatividade, capacidades digitais ou colaboração são algumas das competências que o World Economic Forum identificou como fundamentais nas crianças do amanhã.

Com o mundo em constante mudança, há uma questão cada vez mais recorrente na sociedade: quais as skills que as crianças precisam ter no futuro? O World Economic Forum questionou alguns dos maiores empregadores internacionais sobre quais serão as skills chave nos próximos anos e as conclusões, cruzadas com dados da Comissão Europeia, apontam para cinco competências.

A primeira delas é criatividade, ou seja, a capacidade de resolver problemas relevantes de novas maneiras, de pensar imaginativamente e cruzar várias áreas do conhecimento. Seguem-se as capacidades digitais, a capacidade de misturar novas formas de tecnologia digital, em particular o design de algoritmos e data.

A colaboração foi outra das competências identificadas como fundamentais, colaboração no sentido de saber trabalhar com outros para desenvolver tarefas/projetos complexos e ajustar as suas ações relativamente às necessidades das outras pessoas. Depois surge a cidadania global, isto é, o respeito universal pelas pessoas de outras culturas e a vontade de abraçar a diversidade, a igualdade e a inclusão.
Por último, o comprometimento ambiental, no fundo, estar consciente da fragilidade e finitude dos ecossistemas naturais e de como podemos interagir com eles de forma sustentável.

Conclui o World Economic Forum que investir nas capacidades das crianças ajuda-as a desenvolveram-se em adultos bem sucedidos e equilibrados, ao mesmo tempo que contribuiu para criar comunidades coesas e sustentáveis.

Comentários