Estimular a colaboração internacional e apoiar comercialização de projetos inovadores é o propósito do Eurostars. As candidaturas são até dia 12 de setembro.

Já estão abertas as candidaturas para o programa Eurostars. A iniciativa tem como target empresas pequenas, com ideias inovadoras e que precisam de financiamento público para as passar à prática. Podem candidatar-se a financiamento pequenas e médias empresas research-performing, outras PME, institutos de investigação e universidades.  As grandes empresas também podem participar, mas o líder do projeto deve ser uma PME com atividades de I&D num país Eurostars

Por outro lado, o Eurostars está aberto a projetos em todas as áreas de tecnologia e mercados, mas os projetos devem ter um objetivo civil; os consórcios concorrentes devem incluir pelo menos dois parceiros independentes e estabelecidos em pelo menos dois países Eurostars; finalmente, o projeto deve ser concluído, no máximo, em três anos. A entrada dos projetos no mercado deve realizar-se nos dois anos seguintes à conclusão do mesmos.

O programa Eurostars é cofinanciado pelos orçamentos de 36 países Eurostars e pela União Europeia através do Horizonte 2020. Desde 2014, este programa já recebeu 3422 candidaturas, financiou 991 projetos e o financiamento público estimado foi na ordem dos 673 milhões de euros. A taxa média de sucesso rondou os 29%.

Comentários