O Global Entrepreneur Programme procura start-ups europeias de base tecnológica. As inscrições podem ser efetuadas até 21 de outubro.

Promovido pelo Department for International Trade do Reino Unido, o Global Entrepreneur Programme (GEP) está a promover uma call europeia direcionada para start-ups de base tecnológica que estejam presentes em Lisboa por ocasião da Web Summit, que se realiza entre os dias 4 e 7 de novembro.

As candidaturas para este programa de mentoria e aceleração estão abertas até dia 21 deste mês. As start-ups que chegarem à shortlist terão oportunidade de apresentar os seus projetos num pitch, agendado para dia 6 de novembro, que terá lugar durante uma viagem num tradicional autocarro de dois andares, perante alguns mentores do programa, entre os quais Shalini Khemka, CEO da associação de empreendedorismo E2Exchange.

De acordo com o comunicado enviado pelo Department for International Trade, as start-ups vencedoras receberão apoio do Governo britânico através da disponibilização das redes de contactos dos mentores que integram o programa, de forma a acelerar os negócios dos participantes, a contactar especialistas no seu setor de atividade e a captar investimento.

João Sebastião, diretor do Department for International Trade na Embaixada do Reino Unido em Lisboa, explicou que o Global Entrepreneur Programme “tem sido um sucesso” ao longo dos seus nove anos de existência. “Até agora fomos identificando empresas para integrarem este programa à medida que as fomos conhecendo, mas quisemos aproveitar o maior evento de tecnologia na Europa que decorre em Portugal, um dos ecossistemas mais vibrantes atualmente, para dar a conhecer o programa a mais empreendedores e as vantagens do Reino Unido como plataforma para uma estratégia de internacionalização de sucesso”, frisou.
O diretor do Department for International Trade, afirmou ainda tratar-se de “uma oportunidade única para todos os empreendedores presentes na Web Summit, mas em especial para as empresas portuguesas, que terão acesso a este palco privilegiado no seu próprio país”.

Desde que foi criado em 2010, o Global Entrepreneur Programme já apoiou centenas de empresas de base tecnológica no seu crescimento e internacionalização. A iniciativa é promovida pelo Department for International Trade (DIT) uma organização governamental especializada, responsável por negociar políticas de comércio internacional, apoiar empresas, bem como desenvolver uma estratégia de diplomacia comercial voltada para o exterior.

Comentários