O European Consumer Payment Report constatou que a vontade de viajar incentiva a poupança, analisou o comportamento de pagamento dos consumidores europeus em férias e revela algumas dicas para quem viaja.

De acordo com o último European Consumer Payment Report, da Intrum, uma das motivações para que, de uma forma geral, as pessoas façam algumas poupanças no final do mês é a vontade de viajar.

E apesar de no caso português a principal razão associada à poupança ainda estar muito ligada à necessidade de fazer face a despesas inesperadas, o European Consumer Payment Report constatou que a percentagem de poupança usada para viajar conseguiu manter-se no mesmo nível do ano anterior, 42%, ou seja, ligeiramente superior à média europeia que ronda os 40%.

Além disso, 16% dos inquiridos portugueses concorda comprar uma viagem de férias com um plano de pagamento, a crédito ou utilizando dinheiro emprestado, o que representa mais 2% face ao período homólogo. Refira-se que de acordo com esta análise, a Suíça é o país com a percentagem mais elevada, cerca de 53%.

Perante esta apetência pelas viagens, uma das questões abordadas pela Intrum tem a ver com o facto de saber se quem viaja para fora da zona Euro tem noção de qual a opção menos dispendiosa ao fazer pagamentos com cartão de crédito ou débito: optar pela moeda local ou escolher a moeda do seu país.

Perante esta pergunta no momento da transação, as hesitações são muitas e neste ponto, os portugueses, os holandeses e os checos são os que mais hesitam no momento em que têm de efetuar pagamentos, quando visitam outros países fora da zona Euro. Por sua vez, os noruegueses, os suíços e os dinamarqueses não têm dúvidas de que só terão a ganhar se pagarem na moeda local.

Assim, para evitar surpresas e despesas desnecessárias, a empresa recomenda que, sempre que está fora da zona Euro, procure pagar com moeda local. A esta dica de poupança acrescenta ainda outra regra igualmente importante, como por exemplo fazer um orçamento para as férias de forma a saber quanto pode gastar todos os dias e controlar os gastos.

Comentários