A plataforma portuguesa de moda de luxo anunciou ontem a entrada  no mercado blokchain. É um dos membros fundadores do projeto Libra Association.

A Farfetch divulgou ontem a sua ligação, como membro fundador, à Libra Association, um projeto que está em fase de preparação e que deverá chegar ao mercado no primeiro semestre do próximo ano. Esta entidade será responsável por operar e desenvolver a Libra Blockchain, “que será segura, escalável e fiável, e que vai suportar um conjunto de usos de negócio, assim como uma moeda digital”, referiu a empresa portuguesa em comunicado.

Conjuntamente com as restantes organizações fundadoras, a Farfetch está a participar “ativamente no desenvolvimento técnico, arquitetural e operacional da Libra Association”, ao mesmo tempo que pretende “aprender e acelerar os próprios projetos baseados nesta tecnologia”, salienta o comunicado.

Há muito interessada na tecnologia blockchain, a Farfetch tem vindo a pesquisar as potenciais aplicações à indústria de luxo e acredita que “a Libra Blockchain vai ajudar a eliminar atritos nas operações de ecommerce, ao mesmo tempo que assumirá um papel determinante da estratégia de blockchain geral a desenvolver para o futuro”.

“A Farfetch está entusiasmada e honrada por integrar a Libra Association como membro fundador. Temos estado atentos à tecnologia blockchain como solução para um conjunto de questões da indústria da moda. Ficámos muito felizes quando fomos abordados para integrarmos esta iniciativa, que acreditamos ter o potencial para eliminar atritos nas operações e-commerce de centenas de milhões de pessoas em todo o mundo”,  congratulou-se Stephanie Phair, Chief Strategy Officer da Farfetch. Opinião partilhada pelo CEO da Farfetch. “Acreditamos que a blockchain vai beneficiar a indústria do luxo ao melhorar a proteção de IP, a transparência no ciclo de vida dos produtos e – como é o caso da Libra – ao eliminar atritos das operações de e-commerce globais”, frisou José Neves.

Refira-se que entre os restantes membros fundadores da Libra Association estão nomes como Mastercard, PayPal, PayU, Stripe, Visa, Booking Holdings, eBay, Facebook/Calibra, Lyft, Mercado Pago, Spotify Technology, Uber Technologies, Vodafone Group, Anchorage, Bison Trails, Coinbase, Xapo Holdings Limite,  Andreessen Horowitz, Ribbit Capital, Thrive Capital ou Union Square, entre muitos outros.

Comentários