Criar ténis ao gosto do utilizador, e feitos à mão, é a proposta da start-up portuguesa. Um projeto fundado por quatro amigos com um investimento total de 400 mil euros.

A DiVERGE é um projeto português de calçado desportivo que permite que os consumidores personalizem os ténis de acordo com as suas preferências de cores ou materiais, por exemplo. A marca disponibiliza seis modelos, com base nos quais podem ser feitas as mais variadas combinações, proporcionando ao comprador modelos  de “sneakers” originais e diferenciados.

Os produtos são fabricados à mão em Portugal e utilizam materiais premium provenientes de Portugal e Itália no seu processo de customização, desde as solas aos diferentes tipos de pele e têxteis.

O objetivo da marca é manter os mesmos padrões de qualidade à medida que novos materiais sustentáveis e reciclados forem sendo introduzidos no seu portefólio, que deverá ser aumentado no próximo ano. O investimento total deste projeto irá rondar os 400 mil euros, revelou a a start-up em comunicado.

Sendo um modelo de negócio digitalmente nativo, a DiVERGE permite alavancar um conjunto diversificado de vantagens entre as quais a rápida resposta ao mercado versus o padrão da indústria; um menor nível de desperdício, uma vez que cada par é feito sob encomenda; e uma inovação de produto dinâmica. Depois de customizados na plataforma, a DiVERGE assegura o envio dos produtos ao cliente, em qualquer parte do mundo, nos 15 dias seguintes. Apesar de estar a lançar-se, a marca já está a conquistar clientes pelo mundo, com especial incidência no Reino Unido.

Na origem desta start-up estão quatro amigos – João Esteves, Maria Neves, Inês Pinto de Almeida e Ricardo Caupers – que ambicionavam criar um projeto inovador e disruptivo relacionado com o universo dos “sneakers”, algo que permitisse aos consumidores expressarem a sua personalidade e individualidade através da customização dos seus próprios ténis. No início do ano passado, a ideia, já equacionada uns anos antes, começou a ganhar forma e o projeto avançou com a criação da marca DiVERGE, disponível exclusivamente online.

Comentários