Seth Godin esteve recentemente numa conferência onde partilhou algumas dicas de marketing com centenas de líderes internacionais. Confira-as neste artigo.

Seth Godin é um conhecido marketeer e escritor que trabalha em marketing desde 1990. Além disso, fundou e foi CEO de uma das primeiras agências de marketing online, a Yoyodyne – vendida ao Yahoo! por 30 milhões de dólares em 1998 (o equivalente a perto de 46,5 milhões de dólares atuais ou 41,5 milhões de euros). A acrescentar a estes feitos, no ano passado, Godin foi homenageado no Hall of Fame da American Marketing Association.

O especialista fez recentemente uma apresentação em Philadelphia, como conta o The Inquirer, onde deixou algumas dicas aos líderes presentes com o objetivo de aprimorarem as suas estratégias.

Não esperem para inovar
“Se falhar não é uma opção, o sucesso também não é. Enquanto líderes de marketing devem fazer coisas que podem não funcionar”, explicou Godin à audiência. Citado pelo The Inquirer, o especialista reforçou a ideia de que os cargos de chefia não devem esperar para inovar da mesma forma que “Gutenberg não esperou para imprimir a Bíblia até que toda a gente soubesse ler” ou que Karl Benz não esperou pela carta de aceitação do Rei da Alemanha antes de testar a sua invenção (o automóvel).

“Parece demasiado cedo para inovar? É sempre demasiado cedo. Nunca ninguém está preparado, mas vocês podem estar preparados – é por isso que se chama liderança e não gestão”, afirmou.

A importância das tribos
Os marketeers precisam que os clientes sejam os seus “megafones”. Não há melhor forma de fazer isto do que ter clientes a espalharem a palavra sobre os seus produtos a outros potenciais consumidores. Esta forma de atrair novos clientes é também uma das melhores formas de aumentar as vendas do seu negócio e até já existem negócios que operam totalmente com base neste modelo.

Evite reuniões
“As pessoas só têm reuniões para encontrar uma forma de evitar responsabilidades. Em vez disso, cancele as reuniões e trabalhe. Os líderes que tomem responsabilidade e enviem um memorando. Assim todos podem voltar ao trabalho”, aconselhou o especialista.

Reinvente a sua marca
Godin tocou também num ponto especialmente importante para as empresas incumbentes: a importância de reinventarem a sua marca. Um bom exemplo disto, segundo o orador, é a Disney – que começou recentemente a atrair mais adultos para a Disneyland ao permitir casamentos no parque de diversões.

Noutra tónica, mais virada para as start-ups, Seth apontou a necessidade de reinventar setores tradicionais, tal como a Airbnb fez para o mercado da hotelaria.

Mito das redes sociais
Se estiver a medir o sucesso pelas métricas das redes sociais “não está a ajudar o seu negócio”, explicou Seth Godin antes de contar a história de uma amiga que estava chateada com o número de seguidores que tinha no seu perfil de Instagram. Visto que não queria ver a amiga aborrecida, como presente de anos “comprei-lhe 15 mil seguidores por 89 dólares”, referiu.

A curta história contada por Seth Godin representa uma crescente realidade no mundo digital: a importância que as marcas dão aos “gostos”, comentários e partilhas das suas publicações. Será esta a melhor forma de medir o sucesso de um negócio? Este especialista argumenta que não.

Comentários

Sobre o autor

Avatar