Colaborador: Frederico Silva

Avatar

Frederico P. Silva, atualmente CEO da Talento Moçambique, é também um empreendedor social na área das tecnologias de informação e comunicação para o desenvolvimento (ICT4D) e cofundador da UX, uma start-up premiada internacionalmente, que desenvolveu, entre outras plataformas, o maior portal de emprego de Moçambique, emprego.co.mz. Durante os últimos 3 anos Frederico foi um apologista da tecnologia como catalisador do desenvolvimento em Moçambique, participando como orador no WorldBank GPSA (Washington D.C.), Afrobytes em Paris, S4YE (Washington D.C.), ICT4D (Nairobi), Stimulus African Entrepreneurship Symposium (Harare), TEDx, GIST, entre outras. Na sua carreira profissional, Frederico esteve ligado à LG Electronics, onde desempenhou a função de Country Manager. Previamente a este cargo, liderou o Departamento de Marketing & Vendas da MultiChoice Moçambique. O seu primeiro contacto com o mundo profissional deu origem à marca Txopela, onde foi responsável pelo planeamento de Marketing e lançamento de um novo meio de transporte em Moçambique. Frederico é licenciado em Gestão de Marketing (BBA) na IMM Graduate School of Marketing em CapeTown.

Frederico Silva, CEO da Talento Moçambique Frederico Silva, CEO da Talento Moçambique

A década de 90 ficou marcada por uma série de eventos que acentuaram as relações comerciais entre países, destacando-se os acordos...
Frederico Silva, CEO da Talento Moçambique  Frederico Silva, CEO da Talento Moçambique 

Pesquise “Smartphones destroem a interacção social” e leia os vários artigos que defendem os males originados pelo uso da tecnologia...
Frederico Silva, cofundador e CEO da UX Frederico Silva, cofundador e CEO da UX

USSD (Dados de Serviços Suplementares não Estruturados) é o jargão que representa a tecnologia arcaica que usamos nos nossos telefones...
Frederico Silva, cofundador e CEO da UX Frederico Silva, cofundador e CEO da UX Frederico Silva, cofundador e CEO da UX

Em Moçambique, quando se pergunta a alguém se está tudo bem, a resposta típica é “tudo bem, na medida do possível”. Ontem, ouvi um dos...