D.O.M.E quer ajudar portugueses a cuidar da mente e do corpo, mas está à procura de investidores para tirar projeto do papel. O investimento será aplicado no desenvolvimento da app, estratégia de marketing, branding e em todas as despesas envolvidas no lançamento do negócio.

Mais de metade da população adulta do país (53,6%) tem excesso de peso e o número tem vindo a subir nos últimos anos. A obesidade afeta já 1,5 milhões de portugueses, segundo dados do Global Burden Disease de 2019.

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) coloca Portugal como o terceiro país europeu com maior prevalência da doença, atrás da Hungria e da Turquia, o que leva a Federação Mundial da Obesidade a prever que, em 2025, deverão existir 2,4 milhões de obesos no país.

Tendo em conta esta realidade e partindo da premissa de que “o mercado está saturado de serviços e produtos que oferecem soluções milagrosas”, Aracy Cruz conta ao Link To Leaders que começou a desenvolver um projeto focado numa solução a longo prazo, inspirando-se na sua experiência pessoal.

“A ideia para desenvolver a D.O.M.E surgiu do meu próprio processo de desenvolvimento, desde a minha luta com a minha saúde mental até os meu aumento de peso. Nasceu num pequeno caderno – onde eu relatava todo o meu processo – e transformou-se num blogue. Desse blogue surgiu uma vontade enorme de ajudar mais pessoas e passar informação ao público de forma a ter um impacto relevante”, conta a jovem empreendedora.

De acordo com Aracy Cruz, “a D.O.M.E é uma empresa que reconhece a complexidade da transformação física e psicológica de cada cliente, oferecendo um serviço multidisciplinar e personalizado para que este possa atingir os melhores resultados e dando-lhe ao mesmo tempo as ferramentas necessárias para que possa mantê-los”.

Com a ajuda de uma equipa especializada, constituída por psicólogos, nutricionistas, personal trainers e consultoras de imagem, Aracy Cruz desenvolveu um programa reboot “que lhe dá a possibilidade de reprogramar o seu corpo e a sua mente de forma a atingir a saúde, o mindset e físico desejados”, explica.

Para tal, será lançada um app onde será realizado todo o processo de acompanhamento. Na área de utilizador, o cliente terá acesso às consultas, análise do seu progresso, marcações, avaliações, entre outras funcionalidades.

Tendo a noção de que “grande parte das pessoas que precisam da nossa ajuda muitas vezes não têm as condições financeiras necessárias para tal, o nosso desafio será tornar o serviço acessível a todos sem perder a qualidade ou alterar a metodologia”.

No entanto, a missão da D.O.M.E não fica por aqui: “o nosso objetivo passa também por contribuir para o mercado de trabalho nas áreas em que atuamos”. Neste sentido, a app terá também uma área para que os profissionais possam criar um perfil, candidatarem-se e fazer parte da equipa.

“Muitos desde profissionais, como os personal trainers, enfrentam uma série de obstáculos todos os dias e por vezes a sua remuneração não é justa ou suficiente. Por esse motivo, decidimos criar este modelo de contratação de forma a criar novas oportunidades com condições de trabalho justas”, revela a empreendedora que procura agora investidores para passar da teoria à prática.

Aracy Cruz prevê um “investimento inicial entre 50 a 100 mil euros para o desenvolvimento da app, estratégia de marketing, branding, remunerações, website e para todas as despesas envolvidas no lançamento do negócio”.

Reestruturar a equipa, estabelecer e avançar com um plano de ação a nível do posicionamento online e lançar o negócio são os próximos passos a dar, segundo a jovem que acredita também “que um talk show seria uma grande mais valia para o crescimento do negócio”.

Resumo:
Responsável: Aracy Cruz
Área: Saúde e bem-estar
Produto:  App para ajudar  a cuidar da mente e do corpo
Mercado: Portugal
Necessidade:  Investimento
Contacto: aracycruz9@gmail.com

Comentários