Uma app que permita aos turistas encontrar o médico que está mais próximo, de forma a que vá ao seu encontro para lhe dar assistência. É este o objetivo da start-up madeirense IdocPassport que procura parceiros nas áreas da saúde e dos seguros.

Está de férias e procura um médico, mas não quer esperar em filas intermináveis ou recorrer a centros de assistência? Graças à IdocPassport, à distância de um clique pode ter acesso rapidamente a um profissional de saúde.

A IdocPassport procura facilitar o acesso dos turistas a uma rede de prestadores de serviços médicos. O objetivo é que um profissional médico se desloque ao alojamento hoteleiro, onde aqueles se encontram.

A curiosidade em saber como é que os turistas que ficavam doentes na Madeira poderiam encontrar o médico mais próximo foi o ponto de partida para a criação da aplicação iDocPassport, explicou Nuno Lourenço, fundador e CEO da IdocPassport, ao Link To Leaders.

“Este projeto surgiu no mestrado de Ecoturismo ministrado pela Universidade da Madeira, quando num trabalho de grupo surgiu a ideia de desenvolver uma aplicação para responder à dor do turista que fica doente em contexto de viagem. Após análise do número de turistas da RAM (Madeira) e tendo por base a taxa de 4% de turistas que em contexto de viagem/férias procura assistência médica, acabámos por validar os pressupostos da ideia de negócio”, conta o empreendedor.

Apesar de estar a utilizar a Madeira como um campo de teste, a aplicação, como realça Nuno Lourenço, pode ser aplicável também a um outro mercado – o do alojamento local  – e ser escalável para qualquer destino turístico.

Neste momento, o empreendedor procura parceiros nas áreas da saúde e dos seguros, assim como chegar a um business angel que o ajude a disponibilizar a ferramenta a todo o país e apostar na internacionalização.

“Neste momento precisamos de parceiros nas áreas de saúde (unidade privadas de saúde – Ex. HPA, Lusíadas, Hospital da Luz) que forneçam um corpo clínico especializado em assistência médica aos turistas na unidade de alojamento, com opção de execução de exames complementares nas unidades de saúde que estabeleçam parceiras com a iDocPassport”, explica Nuno Lourenço.

“Complementarmente, pretendemos também parceiros nas áreas dos seguros para poderem difundir a aplicação junto dos turistas que tenham seguros de viagem. Desta forma, os turistas poderão usufruir de um serviço local de médicos que se possa deslocar às unidades hoteleiras, beneficiar de um serviço de triagem pré-hospitalar e reduzir os custos com exames médicos complementares”, acrescenta.

Resumo:
Responsável:  Nuno Lourenço
Área:  Tecnologia
Produto:  Aplicação de assistência médica
Mercado: Português
Necessidade: Parceiro na área da saúde e dos seguros
Contacto: lourenconuno@gmail.com
Site: http://www.idocpassport.com/

Comentários