Para testar o aditivo de combustível que criou, uma empresa belga quer encontrar parceiros de negócio que possam utilizar o produto e comprovar a sua eficácia na redução da poluição atmosférica e na poupança de combustível.

Uma empresa sediada em Bruxelas, na Bélgica, criou um aditivo para combustível que, afirma, reduz, por um lado, o consumo em 15% e, por outro, as emissões de C02, em 44%.  Agora, está à procura de parceiros para testar o aditivo, concretamente empresas que atuem na área da camionagem de transporte de lixo, transporte de longo curso ou serviços expresso. O objetivo passa também por prestação de serviço ou um acordo de cooperação técnica.

De acordo com a informação disponibilizada pela empresa no Entreprise Europe Network, o oxigénio é combinado com o combustível a nível molecular o que leva a uma combustão mais completa, cortando significativamente as emissões de C02. Uma vez tratado, o combustível mantém-se de acordo com as normas internacionais (ASTM), assim como as normas europeias do setor (EN590).

Os resultados referidos pela empresa, que não é identificada, foram testados por um laboratório universitário numa frota de autocarros públicos no Sul da Bélgica.

Ultrapassada esta primeira fase de testes, a empresa quer avançar para numa nova etapa e experimentar o aditivo, que já se encontra patenteado, em empresas de transportes. Os detalhes do acordo, seja este de serviços ou de cooperação técnica, para a realização dos testes serão definidos entre as partes.

Resumo:
Produto: Aditivo de combustível
Área: Energia e Transportes
Necessidade: Parceria de serviços ou cooperação técnica
Contacto: Para mais informações aceda ao site 

Comentários