Orientar os empresários na tomada de decisões difíceis e expandir as suas perspetivas de negócio são algumas das vantagens de ter um conselho consultivo, aponta a TAB Portugal.

O caminho do empresário é muitas vezes solitário e preenchido de dúvidas. Enquanto as grandes empresas podem recorrer a conselhos consultivos ou de administração, onde várias cabeças pensam e discutem o melhor rumo a escolher, nas empresas de menor dimensão a realidade é diferente.

Qual será o caminho certo? Onde investir? Quais são as prioridades da empresa? São questões para as quais uma só pessoa nem sempre consegue encontrar respostas, especialmente quando as próprias inseguranças e incertezas a assombram. Então, porquê percorrer esse caminho sozinho?

A TAB Portugal (The Alternative Board) partilha as cinco razões pelas quais um concelho consultivo é importante para qualquer empresário que queira crescer profissional e pessoalmente.

1. O empresário sente-se mais apoiado
A liderança é um caminho solitário e o empresário muitas vezes, não tem com quem partilhar os seus desafios e as suas dúvidas. O contacto entre empresários num concelho consultivo acaba por orientar os empresários a tomarem decisões difíceis num espaço onde todos podem ser francos sobre aquilo que os desafia e preocupa.

2. Ajuda na descoberta de pontos fortes e fracos
todos temos pontos fortes e pontos fracos. Há empresários que são ótimos líderes, mas têm dificuldade na contabilidade ou são muito bons no networking e nas vendas, e que relegam para segundo plano a gestão de stocks, por exemplo. Ter um conselho consultivo ajuda os empresários não só a descobrir esses pontos fortes e fracos, como o caminho para os melhorar.

3. Permite um olhar externo e objetivo
O empresário está envolvido na empresa, fazendo com que nem sempre consiga ser objetivo. Um olhar externo, mas que perceba o negócio e as suas particularidades, conseguirá ter uma resposta mais objetiva face aos desafios que o empresário enfrenta. Estar num concelho consultivo com membros de outros setores, mas não concorrentes entre si é uma excelente forma dos empresários expandirem as suas perspetivas de negócio.

4. Potencia novas ideias e novas estratégias
No mundo dos negócios, estagnar é perigoso. A tendência do empresário de se agarrar a formulas que já lhe trouxeram sucesso é normal, mas pode ser o que o impede de crescer ou até o que o está a puxar para baixo.  Ter um concelho consultivo permite estar regularmente a ouvir novas perspetivas aliadas à experiência de outros empresários que querem ver e ajudar um negócio a crescer.

5. Cria responsabilidade e compromisso
Uma das desvantagens de estar no topo, é que o empresário não tem a mesma obrigação de prestar contas, acabando muitas vezes por pôr de parte alguns dos seus objetivos. Um conselho consultivo não só ajuda a traçar esses objetivos, como mantém o empresário no caminho certo para os alcançar através do relato do progresso nas reuniões.

Comentários