A portuguesa Zypho concluiu a maior campanha portuguesa de sempre na plataforma de equity crowdfunding Seedrs.

Depois de ter anunciado em maio a entrada na Seedrs com o objetivo de encontrar financiamento para o projeto, a Zypho concluiu hoje aquela que foi a maior campanha portuguesa de sempre na Seedrs.

A empresa que criou um recuperador de energia térmica da água do duche fechou hoje a campanha – iniciada há dois pouco mais de dois meses – que tinha como meta levantar 750 mil euros junto de investidores de todo o mundo.

Foram mais de 400 investidores que participaram na ronda financiamento. Com o fecho da ronda de investimento, a empresa passa a estar avaliada em 2,2 milhões de euros, visto que que os 750 mil euros se traduzem em pouco mais de 25% das ações da Zypho.

O fundador e CEO do projeto, José Meliço, adianta em comunicado que “ao concluirmos, com sucesso, esta campanha na Seedrs, vamos poder avançar com a nossa estratégia e processo de internacionalização, além de nos permitir desenvolver novos produtos. É gratificante conquistar o interesse de tantos investidores em todo o mundo e conseguir promover o nosso produto junto de potenciais clientes e parceiros”.

Segundo o comunicado enviado pela empresa, o dinheiro recolhido na campanha terá como finalidade maximizar oportunidades e fortalecer parcerias nos mercados com maior potencial, como o caso de Reino Unido, da Europa Central e Benelux, dominar as principais regulamentações de mercado relativas à eficiência energética, investir em marketing e fazer crescer a equipa.

A Zypho nasceu da visão que o fundador teve aos 14 anos em relação à preocupação com a ineficiência do aquecimento da água do duche e das perdas que ocorriam. Com este problema em mente, foi criado um sistema tecnológico compacto de recuperação de calor da água do duche. O dispositivo permite poupar até 30% da energia consumido para o aquecimento de águas.

O projeto já está presente em mais de 15 países. A Zypho já conta com parcerias de distribuição no mercado britânico, escandinavo, centro e norte da Europa, e ainda no Brasil, África do Sul e Austrália.

O produto não só está direcionado numa vertente B2C (business-to-client), como também B2B (business-to-business), tendo também como público-alvo hotéis, ginásios e hospitais. Desta forma, a tecnologia desenvolvida pela Zypho pretende contribuir para atingir o objetivo de eficiência energética dos edifícios estipulado para 2020 pela Comissão Europeia.

“A tecnologia da Zypho pretende alterar o paradigma do aquecimento da água e ser uma referência mundial no domínio da eficiência energética, ao recuperar as perdas de energia que são significativas, e trabalhar para reduzir a pegada ecológica”, acrescenta o fundador do projeto.

A campanha, que já entrou em overfunding, vai-se manter ativa durante as próximas semanas no site da Seedrs.

Comentários