Ainda que se trate de um exercício relativamente simples, o segredo do sucesso do mindfulness está na disciplina e dedicação com que se realiza. Se se está a iniciar nesta filosofia, conheça os momentos do dia em que a pode colocar em prática.

Quando está descontrolado como é que reage? Acorda às 3h00 da manhã com uma preocupação ou faz uma lista de tarefas que não tem fim? Talvez a sua mente esteja cheia de pensamentos ansiosos sobre o seu trabalho, a sua família ou a sua própria sobrevivência.

Qualquer que seja o tipo de mente atormentada que assola o seu dia, os seus efeitos são prejudiciais. Quando a sua mente está ocupada, pode desencadear uma reação de “lutar ou fugir” durante alguns momentos do dia. E essa reatividade manifesta-se de maneira negativa, quer para si, quer para as pessoas que o rodeiam. Em vez de trazer o seu melhor para esses momentos, reage com impaciência, raiva, esquecimento, exaustão ou tristeza.

Para começar a enfrentar o stress do dia a dia com destreza, a Forbes enumera três técnicas de mindfulness que pode pôr em prática.

1. Comece o dia a definir o que realmente é importante
Em vez de começar a manhã a saltar da cama e a entregar-se ao seu cérebro descontrolado, tente ser intencional quanto ao início do dia. Verifique como está o seu corpo – está cansado, descansado, com dores? E verifique a sua mente – já está a preparar-se para uma reunião antes mesmo de ir para a banheira? Em vez disso, concentre-se nas sensações físicas do despertar. Deixe a sua mente e o seu corpo sentirem-se conectados. Quando estiver pronto, defina o que é realmente importante para si.

2. Pare ao meio do dia para reavaliar
É importante parar ao meio do dia para reavaliar e reconetar-se ao seu corpo e à sua mente. Quando estamos no modo de luta ou fuga, reagindo aos pensamentos descontrolados na nossa cabeça, é provável que comecemos a viver no piloto automático. Então, na hora do almoço, mesmo que tenha apenas 10 minutos, pare e reavalie. Afaste-se de todas as tecnologias e sente-se em silêncio ou faça uma curta caminhada. Se necessário, faça algumas modificações para redefinir o seu curso.

3. Na transição do trabalho para casa estabeleça limites
Os líderes, muitas vezes, têm dificuldade em estabelecer limites, portanto, concentrar-se na transição do trabalho para casa pode ser útil para defini-los. Quer trabalhe em casa ou esteja no trânsito, faça a transição da vida profissional para a pessoal de forma clara e rotineira. Desligue o computador e no percurso para casa tente não ouvir o telemóvel. Definir uma transição ajuda a fazer a pausa necessária para que o seu corpo e a sua mente tenham a oportunidade relaxar e de se recompor. Esses limites são essenciais para manter a resiliência.

Comentários