Este mês lançámos o desafio ao Algarve Tech Hub de eleger a start-up do mês. A escolhida foi a Innuos, que concebeu um servidor de música que digitaliza CDs e que permite gerir e ouvir a biblioteca de uma forma simples e sem perder qualidade. A start-up foi considerada pela Forbes como uma das 100 Fundadoras a seguir na Europa.

Nome da Start-up: INNUOS

Fundadores: Amélia Santos e Nuno Vitorino

Atividade: A Innuos é uma marca de eletrónica de consumo que desenvolve servidores e players de música de alta fidelidade, tendo como objetivo transformar a forma como ouvimos música. Todas as nuances e detalhes da música são revelados, o que permite uma experiência única, explica Amélia Santos ao Link To Leaders.

Os servidores permitem guardar e tocar toda a biblioteca de música desde CDs, a ficheiros em formato digital bem como aceder a serviços de streaming como Tidal, Spotify ou Qobuz e a rádios de todo o mundo. Tudo isto através de uma interface intuitiva, via tablet ou smartphone.

A empresa tem capacidade interna de investigação e desenvolvimento e produz o seu próprio software e eletrónica.

Volume de negócios: Cerca de 3 milhões euros em 2019.

Plano de negócios: A visão da Innuos é tornar-se no principal especialista a nível internacional na produção e reprodução de áudio digital, para uso privado ou profissional, combinando qualidade de som de topo com uma intuitiva experiência de utilizador. Para isso, a Innuos pretende alavancar o conhecimento adquirido sobre áudio digital na indústria de alta fidelidade e aplicá-lo a outras indústrias como, por exemplo, o áudio profissional, instalações áudio em espaços comerciais ou o Connected Car.

Porque merece destaque: Desde o seu lançamento em meados de 2016, os produtos da Innuos têm recebido mais de 30 prémios da imprensa internacional e são recomendados e usados em parceria com amplificadores e colunas de diversas reputadas marcas no mercado de Alta Fidelidade como é o caso da Bang and Olufsen, Devialet, KEF ou Bowers and Wilkins. Após três anos do lançamento da marca e sem recorrer a distribuidores, a Innuos exporta mais de 97% das suas vendas para 34 mercados através de cerca de 300 lojas. Estados Unidos, Reino Unido e Alemanha são os seus principais mercados.

O projeto também tem sido distingiido em prémios de empreendedorismo como é o caso da nomeação pela Forbes como uma das 100 Fundadoras a seguir na Europa, o Prémio de Digital4Her da Comissão Europeia ou a seleção como um dos 3 finalistas para o prémio Empreendedores do Ano João Vasconcelos em 2019.

Outra informação relevante: A Innuos foi criada em 2009 no Reino Unido, onde realizou as primeiras provas de conceito, vindo em 2013 a criar e a desenvolver a empresa no Algarve, de onde lançou em meados de 2016 os produtos para o mercado. A Innuos tem sede no CACE em Loulé– o ninho de empresas do IEFP, onde são produzidos e expedidos os produtos para todo o mundo.

A empresa tem também um escritório para o desenvolvimento de Software em Lisboa na Lispolis e em associação à Startup Lisboa. A Innuos conta com cerca de 20 colaboradores e encontra-se a recrutar para várias funções desde Compras, Recursos Humanos ou Desenvolvimento de Software.

Site: https://innuos.com/en

 

Comentários