Já se imaginou a assistir a um jogo de futebol no estádio, encomendar comida ou bebidas sem sair do lugar e alguém entregar-lhe a encomenda em poucos minutos? A Seatbite criou uma app para isso e procura investidores e developers para implementar o projeto.

A Seabite está a desenvolver uma aplicação que permite comprar comida, bebidas em estádios e outros espaços de eventos sem que os utilizadores tenham de sair dos seus lugares. É uma das start-ups recentemente graduadas de mais uma edição do programa de aceleração do Founder Institute.

Com a sua área de atuação focada na indústria de comida e bebidas que atua em estádios, concertos, teatros, casinos ou outro tipo de eventos, a Seabite tem uma proposta inovadora para este target: uma aplicação que promete facilitar a vida aos consumidores que frequentam estes espaços e que querem adquirir comida, bebidas ou outro tipo de produtos sem terem que sair do lugar.

Cândido Pimentel, mentor do projeto, explicou ao Linkt To Leaders que a ideia surgiu nos Estados Unidos durante o jogo de Portugal versus México. “Durante o jogo, o runner demorou mais de 20 minutos para fazer a entrega das nossas bebidas. Havia muita agitação para a entrega e o troco foi entregue molhado. Durante o intervalo verificámos que as filas eram intermináveis, o que nos levou a desistir da ideia de comprar comida”, recordou. Por isso, a ideia de arranjar uma alternativa a este processo, que chegasse a todas as faixas etárias.

Em termos práticos o projeto começou a delinear-se no Founder Institute Lisboa com uma pessoa, o seu fundador Cândido Pimentel, mas, neste momento, já conta com um elemento marketing e vendas, Fábio dos Reis.

Localizada em Lisboa, a ambição da Seatbite é maior do que o espaço nacional uma vez que o seu criador vê Portugal “como ponto de partida para o resto da Europa”. Planeiam atuar no mercado de food and beverages, de forma a que os restaurantes e lojas dentro desses recintos estejam conectados com os consumidores de forma mais prática e rápida, sem que estes percam parte do evento em filas intermináveis.

Neste momento, a Seatbite está a recrutar developers nas áreas Senior full stack developers e Juniors Front end and Back end developers. Paralelamente, procura investimento para poder desenvolver a aplicação móvel, testá-la no primeiro estádio validando, assim, o MVP, e posteriormente, trabalhar na expansão para outros estádios e recintos de espetáculos e implementar uma campanha de marketing. “O nosso objetivo é receber investimento de business angels em Lisboa ou na Europa que partilham a nossa visão”, afirmou Cândido Pimentel.

Por enquanto, continua a tentar ultrapassar algumas dificuldades para estabelecer contato direto com os responsáveis pelos departamentos de tecnologia e inovação dos estádios, uma etapa fundamental para apresentar a solução Seatbite.

Resumo:
Responsáveis: Cândido Pimentel
Área: Alimentação e bebidas
Produto: Aplicação
Mercados: Nacional
Necessidade: Investidores, developers
Contacto: candidopimentel.com
Site: www.seatbite.com

Comentários