O programa BrightStart permite aos finalistas do ensino secundário adquirirem, enquanto estudam, conhecimentos práticos em ambiente real de trabalho. As vagas estão abertas para estudantes de tecnologias informáticas em Leiria, Setúbal e Viseu.

A Deloitte está a promover mais uma edição do BrightStart, um programa na área das tecnologias informáticas que atribui uma bolsa de estágio e a oferta integral de propinas académicas aos alunos que terminaram o ensino secundário e se preparam para ingressar nos Institutos Politécnicos de Leiria, Setúbal e Viseu.

“O Programa BrightStart da Deloitte permite aos estudantes do curso técnico superior profissional (CTeSP) em Tecnologias Informáticas complementarem a sua formação académica com conhecimentos práticos adquiridos em ambiente real de trabalho, preparando-os para melhor integrarem a vida profissional”, explica a Deloitte em comunicado.

O BrightStart tem duração de cinco anos, permitindo aos alunos  completar um Curso Técnico Superior Profissional, concluir uma licenciatura na área das Tecnologias Informáticas e trabalhar na gestão de projetos atuais.

De acordo com Paulo Pessanha de Almeida, Partner da Deloitte, “o BrightStart é uma aposta clara na qualidade dos nossos jovens talentos e na qualidade da formação dos politécnicos de diversas cidades do país, onde temos polos há já alguns anos e que permitem que haja hoje um aumento de quadros altamente especializados na área tecnológica, através da partilha de conhecimento entre os profissionais da nossa consultora e os estudantes”.

O programa nasceu em Belfast com a Deloitte e a Universidade de Ulster, e foi lançado, pela primeira vez, em Portugal, em parceria o Instituto Politécnico de Setúbal, em 2017.

As candidaturas para a nova edição do BrightStart vão abrir no Politécnico de Leiria de 15 de junho a 23 de julho, no Instituto Politécnico de Setúbal de 1 de julho a 18 de agosto e no Instituto Politécnico de Viseu de 15 de julho a 26 de agosto

 

Comentários