A Pleez anunciou uma ronda de investimento de 2 milhões de euros liderada pela Lince Capital. A start-up que está ligada à área da restauração vai usar este investimento para duplicar a equipa e também para cimentar a sua presença no mercado ibérico.

A Pleez, start-up portuguesa que está ligada à área da restauração, tendo criado um algoritmo que promete ajudar os restaurantes a aumentar as vendas de delivery, anunciou uma ronda de investimento bridge para a Series A no valor de 2 milhões de euros. A ronda foi liderada pela sociedade de capital de risco Lince Capital.

O investimento vai permitir à Pleez duplicar a sua atual equipa para 60 pessoas durante o próximo ano e cimentar a sua presença no mercado ibérico, em linha com a missão de ajudar cada vez mais restaurantes a otimizar as suas vendas e a exponenciar o seu negócio, explica a start-up em comunicado.

Segundo Afonso Pinheiro, cofundador da Pleez, “estamos muito felizes e é um orgulho trazer a bordo a Lince Capital, o primeiro grupo de investimento português a juntar-se a nós. Expectantes com o futuro, estamos certos que esta nova ronda de investimento nos ajudará no processo de internacionalização, com o intuito de ajudar todos os players da indústria da restauração a tomar decisões mais informadas em relação aos seus negócios”.

A Pleez foi criada em maio de 2020, tendo desenvolvido um algoritmo que começa por recolher toda a informação disponível nas plataformas de delivery tanto do próprio restaurante, como dos concorrentes. De seguida, é feita uma análise extensiva que, para além desta informação, integra ainda fatores externos relevantes como, por exemplo, as condições climatéricas, o dia da semana, a época do ano, entre outras. Tudo isto é feito de modo a identificar quando e como é que certos itens do menu do restaurante em questão devem ser apresentados aos clientes, otimizando assim a vertente de delivery.

Adicionalmente, os restaurantes têm acesso uma ferramenta que fornece num só local informação 360º do mercado, sendo que cada restaurante tem a sua área de cliente onde podem aceder aos seus dados de vendas e fazer projeções, medir o impacto das alterações dinâmicas ao menu, ou ainda receber informações de mercado relativamente a preços e promoções dos concorrentes.

Todo este processo é feito em tempo real e de forma contínua, com o objetivo de aumentar não só as margens das vendas dos restaurantes, como também o volume global das mesmas. Segundo a Pleez, “a adoção das soluções da Pleez tem permitido aos restaurantes aderentes aumentar as suas vendas em cerca de 15%, sendo esse aumento ainda maior no médio e longo prazo. Prova disto, é que em apenas 6 meses, mais de 72 mil pedidos por mês são geridos pela Pleez”.

Comentários