A Pleez, start-up portuguesa especializada em tecnologia de restauração, fechou uma ronda de investimento de 1,5 milhões de euros. O financiamento vai apoiar a expansão para o mercado europeu, a começar por Espanha.

A Pleez anunciou a conclusão de uma ronda de investimento de 1,5 milhões de euros, liderada pelo fundo alemão FoodLabs, e participada pela Shio Capital e pelos investidores já existentes Wisenext e APX, a que se juntaram ainda um conjunto de business angels, entre os quais os fundadores da Order Bird.

Este novo capital permitirá que a empresa se expanda internacionalmente, começando por Espanha, de onde avançará para a Europa. Nos planos da start-up portuguesa está a intenção de ajudar 10% de todos os restaurantes que trabalham com plataformas de delivery na Península Ibérica nos próximos 12 meses.

A Pleez oferece um algoritmo que fornece uma análise de do menu e da concorrência para melhorar e otimizar o menu do restaurante. Desta forma, os restaurantes aumentam as vendas em 15%. O restaurante só precisa de se escolher qual o prato que mais quer vender e a Pleez trata do resto.

Como explicou Vasco Sampaio, cofundador da Pleez, “o algoritmo estuda todos os dados disponíveis provenientes das plataformas de entrega e otimiza as ofertas do restaurante, dando sugestões com base nos dados recolhidos e implementando-os”.

Comentários