As mulheres empreendedoras bem-sucedidas conseguem melhores resultados através dos laços que estabelecem com outras mulheres, refere uma pesquisa da Harvard Business Review.

Quando se unem as mulheres conseguem ter mais êxito nos negócios. De acordo com um estudo realizado pela Harvard Business Review, quando se juntam as mulheres conseguem criar laços mais duradouros que podem ser usados em qualquer contexto. A ideologia subjacente a esta análise é a de que as mulheres que apoiam e que são apoiadas por outras conseguem ser mais bem-sucedidas no mundo empresarial. E apesar de ser um dado comum que as mulheres tendem a criar mais rivalidades que os homens no âmbito laboral e profissional, também é verdade que podem apoiar-se e usufruir da força de grupo.

De acordo com a análise da HBR, as mulheres são capazes de criar grupos e alianças e diversos círculos, que aproveitam para realizar networking colaborativo, apoiando-se umas às outras profissionalmente.  Partindo deste pressuposto, a pesquisa da Harvard Business Review revela que as mulheres que se destacam e obtêm melhores cargos e melhores salários são as que possuem um círculo interno mais próximo.

Uma mulher que é líder, é aquela que muitas vezes enfrentou todo o tipo de desafios antes de chegar a esse patamar e que muitas vezes teve inclusive algumas quedas profissionais.

Por isso, o estudo recomenda que uma forma de superar essas contrariedades consiste em compartilhar as experiências de quem já passou por situações semelhantes, fazendo assim, com que todas sejam bem-sucedidas.

Comentários