Os robôs que aconselharam investidores nos maiores bancos nórdicos acabaram de registar o melhor trimestre desde que foram ligados.

Grande parte da repentina popularidade destes robôs, que mostraram as áreas onde os consultores financeiros humanos não agregam valor, coincidiu com a crise provocada pelo Covid-19.

O consultor robô do Nordea, o maior banco nórdico, atraiu, em média, cerca de 40% mais utilizadores nas semanas mais turbulentas durante o pânico causado pela Covid-19 do que no ano passado. Durante o mesmo período, os consultores humanos conseguiram poucos negócios novos e passaram grande parte do seu tempo a ajudar os clientes a reequilibrar os portfólios existentes.

Tanja Eronen, responsável por produtos de investimento da unidade de património do Nordea, em Helsinquia, diz que o consultor robô do banco, chamado Nora, desempenhou um papel crucial, ao ajudar a instituição durante a crise. Também expôs “um facto interessante” no comportamento de clientes, disse, citado pela Bloomberg.

Segundo o responsável, os millennials sentiam-se mais à vontade ao conversar com um robô do que com os banqueiros humanos e mostraram-se mais propensos a aproveitar oportunidades do que os clientes mais velhos, disse Tanja. Foi aí que Nora fez a maior parte do trabalho, orientando investidores até aos 40 anos, disse.

Pelo contrário, os clientes com 60 anos ou mais tendem a querer desfazer-se das suas participações. Esse perfil de cliente prefere gastar mais dinheiro com um consultor humano para que segure a sua mão durante o momento de pânico, em vez de falar com um robô.

Para o Nordea, ter um robô para atender clientes mais jovens, que muitas vezes se tinham acabado de estrear como investidores, mostrou-se extremamente útil, já que os consultores experientes foram alocados para funções que exigem mais tempo, ou seja, foram “desafiados a passar mais tempo com investidores que precisavam de um toque mais humano”.

Perante este cenário, “Nora definitivamente ajudou a reduzir a pressão sobre os nossos consultores de investimentos, que já estavam ocupados, ajudando dezenas de milhares de clientes no meio das oscilações no mercado”, explicou Tanja.

Comentários