Quincy Jones é o mais recente investidor da start-up belga Musimap baseada em tecnologia de inteligência artificial.

Vencedor de 28 Grammys, e de outros tantos prémios internacionais, a lenda do jazz Quincy Jones, há muito considerado um pioneiro no domínio da tecnologia musical – tendo investindo no início do Spotify, bem como no software de ensino de piano Playground Sessions – é o mais recente investidor estratégico da start-up belga Musimap. Fê-lo através da sua empresa Quincy Jones Productions, numa ronda de investimento de cerca de 700 mil euros, a que se juntaram também Andreas Spechtler, ex-presidente da Dolby International, e o fundo de investimento e acelerador de start-ups LeanSquare. O músico norte-americano vai atuar como consultor especial, enquanto Andreas Spechtler integra o conselho de administração da start-up.

Este projeto belga foi criado há cinco anos e captou a atenção de Jones depois de ter testado o seu mecanismo de criação de perfis psicoemocionais, o MusiMe. Trata-se de uma ferramenta baseada em inteligência artificial que cria perfis emocionais para os ouvintes, detalhando o humor, os sentimentos e os valores com base na sua história de consumo musical.  Quincy Jones Jones ficou impressionado com a análise e precisão da tecnologia reconhecendo o poder das recomendações personalizadas para remodelar o consumo de música. “Estou incrivelmente impressionado com a tecnologia da Musimap e estou muito feliz em poder ajudá-los a crescer com este investimento. Fiquei agradavelmente surpreendido com a precisão do meu perfil de personalidade ao testar o MusiMe, e é evidente que o produto tem um enorme potencial”, afirmou Quincy Jones, citado pela EU-Startups.

Já Andreas Spechtler reconheceu que tem seguido o Musimap há muitos. “A empresa combinou metadados de música com outros dados relevantes no seu mecanismo de IA exclusivo para atender aos mercados de entretenimento. A Musimap apoiará todos os mercados onde as emoções são fundamentais para o comportamento do consumidor, como no comércio eletrónico, relacionamentos e na publicidade”.

A Musimap é uma empresa de inteligência artificial emocional, suportada por anos de pesquisa académica, que usa a música para entender o mundo emocional dos utilizadores, graças às suas capacidades de criação de perfis emocionais. Desenvolveu o maior banco de dados de música sensível à emoção movido a IA da atualidade.

Comentários