A start-up espanhola é responsável por uma app de gestão de tesouraria direcionada para PME e está interessada no mercado português. Procura um investidor que a ajude a passar para o próximo nível.

A aplicação da empresa espanhola SeeDcash adapta as ferramentas que as grandes empresas utilizam e adapta-as às PME e a freelancers ajudando-as a controlar sua liquidez financeira. Atualmente, a start-up está numa fase de procurar potenciais investidores que apoiem o desenvolvimento da app para um outro nível, o que consiste na expansão do produto para outros mercados. Aliás, a empresa já está a estudar os potenciais mercados em que a aplicação pode ter sucesso entre os quais se encontra Portugal e o Reino Unido.

O projeto foi criado em 2017 por Teresa Nuñez, CEO, e María Barriocanal, profissionais há muito familiarizadas com a gestão financeira de grandes empresas. O facto de verem muitas pequenas empresas a fecharem as portas devido a problemas de tesouraria levou-as as criar uma aplicação através da qual estas, assim como os trabalhadores independentes, pudessem criar um plano de tesouraria que ajudasse a ultrapassar os problemas do dia das empresas.

Assim, nasceu a SeeDcash que pegou nas ferramentas de gestão e tesouraria normalmente utilizadas pelas grandes corporações e adaptando-as às necessidades de estruturas mais pequenas, que normalmente só quando estão em apuros percebem a importância de controlar eficazmente a sua liquidez financeira, uma das principais razões para a falência das start-ups.

Criaram uma aplicação simples e intuitiva cuja primeira versão está disponível no mercado espanhol desde setembro do ano passado. O processo é simples: no ecrã do telemóvel, o empreendedor pode ver a capacidade financeira do negócio, se um investimento pode ser feito ou quais os clientes a quem falta pagar, por exemplo. Para isso, apenas tem de introduzir na app as suas previsões de cobrança e de pagamento e permitir a ligação ao banco para que todos os movimentos da sua conta sejam refletidos diariamente.

De acordo com as suas fundadoras, o SeeDcash permite etiquetar os pagamentos como prioritários ou não para que o utilizador possa facilmente escolher quais os que pode atrasar, se necessário.  A ideia é que em apenas cinco minutos diários, o gestor da aplicação possa controlar a tesouraria da sua empresa, ver as previsões para um mês, três meses ou sete, o que necessitar.

A aplicação é gratuita, mas deverá incluir extra pagos. Uma das novidades a introduzir no futuro será a inteligência artificial e Big data de forma a permitir prever com maior exatidão quando os clientes liquidarão as suas dívidas. Outro recurso a introduzir na app é a inclusão de um novo sistema de criptografia quântica para proteger os dados.

Em Espanha, o SeeDcash é apoiado pela Banco Santander Bank. Agora, Portugal está no seu plano de expansão e procura investidores para dar o salto para o mercado nacional

Resumo
Responsável: Teresa Nuñez (CEO)
Área: Financeira
Produto: App gestão financeira
Mercado: Internacional
Necessidade: Investidor
Contacto:  https://www.seedcash.es/

Comentários