A plataforma portuguesa de marcação de consultas lançou ontem a opção de videoconsulta em várias especialidades médicas.

A Doctorino começou ontem a disponibillizar na sua plataforma a opção de videoconsulta, numa parceria tecnológica com knok. Com esta iniciativa a plataforma especializada em marcação de consultas online, que já agrega mais de mil médicos, quer tornar mais acessível aos utentes e aos profissionais de saúde a realização de consultas vídeo.

Para aceder a esta nova funcionalidade, os utentes apenas têm de aceder à Doctorino, selecionar a opção de marcação de videoconsulta, escolher o profissional de saúde e marcar data e hora mais conveniente. Posteriormente, e antes da consulta vídeo propriamente dita, o utente e o profissional de saúde recebem nas respetivas caixas de email, e por SMS, as coordenadas e o link para aceder ao “gabinete virtual”. A Doctorino assegura que o processo é simples e intuitivo. O preço da consulta é definido pelo médico e o pagamento é integrado na plataforma.

Da lista de profissionais que integram a plataforma constam  psicólogos, psiquiatras, médicos de clínica geral e familiar, estomatologistas e dentistas. Mas além destas especialidades há também a possibilidade de recorrer  consultas de nutrição,

O lançamento da videoconsulta  na plataforma estava planeado a médio prazo, mas com o atual contexto devido ao COVID-19, a start-up antecipou  o projeto, explicou Nuno Gonçalves, cofundador da Doctorino. “Achámos que o mais importante era fazer um “sprint” e disponibilizar a opção de videoconsulta o mais cedo possível. O futuro da saúde passará cada vez mais pela telemedicina e queremos estar preparados”, frisou.

Para a implementação deste projeto, a start-up contou com a parceria da knok healthcare que desenvolveu uma plataforma para videoconsulta. “Para nós, a parceria com a Doctorino, constitui mais um passo importante no sentido de garantir o acesso a cuidados de saúde primários a toda a população”, referiu José Bastos, CEO da knok healthcare.

Comentários