A tecnológica portuguesa está a desenvolver projetos de modelagem de espaços, mapeamento de estradas e travagem automática para a nova geração de carros da BMW e procura programadores C++.

A Critical TechWorks, empresa conjunta entre o Grupo BMW e a Critical Software que desenvolve tecnologia para automóveis, vai iniciar a conceção de projetos na área da condução autónoma para a marca alemã. Para pôr em prática esse trabalho está a contratar engenheiros com conhecimentos em C++, a linguagem de programação usada no desenvolvimento da tecnologia da nova geração do fabricante alemão.

Até ao momento, o papel das equipas portuguesas da Critical TechWorks tem sido prestar apoio a uma unidade de conhecimento nesta área do Grupo BMW, na Alemanha.

Com mais de dois anos de atividade e mais de 54 projetos desenvolvidos para marca alemã, como por exemplo, o Operating System 7 e as novas aplicações da BMW e da MINI, a Critical TechWorks procura agora perfis juniores e seniores que se juntem a estas equipas.

Luís Cruz, Chief Technical Officer da Critical TechWorks, explica que, mais do que pessoas com formação e hard skills, procuram “pessoas que tenham paixão pela tecnologia e pelo mundo automóvel, mostrem pensamento analítico e muita vontade de aprender, resiliência e prontidão para agarrar diversos desafios num ambiente futurista e de constante crescimento”.

Refira-se que, até agora, a Critical TechWorks já atraiu cerca de 1000 colaboradores. Até ao final deste ano, e de acordo com os projetos novos identificados, o objetivo passa por contratar mais 400 colaboradores, chegando às 1400 pessoas.

Comentários